14
Ago 11
Viver e Saber

Ao nascermos herdamos de nossos pais suas caracteristicas físicas e biológicas e porque não dizer emocionais também.

Isto quer dizer, como diz o ditado popular, que a fruta não cai longe do pé. À medida que vamos crescendo começamos a perceber que muitas pequenas doenças que temos, são tratadas e curadas rapidamente, seja pelo cuidado dos pais, como pelos tratamentos disponíveis, que são cada vez mais eficazes. Vamos tirando de letra como se diz popularmente. Ainda não nos preocupamos com nada.

A força extraordinária da juventude nos faz sentir como se fossemos invencíveis. Temos força e disposição para qualquer coisa. Nada nos impede de fazer o que desejamos. Passamos noites em festas e mesmo assim no outro dia temos disposição para nossas atividades rotineiras.

Essa característica da juventude se esvai, quando surge uma doença mais grave ou mesmo algum acidente que impossibilita e limita a vida de muitos jovens. Neste caso novas adaptações precisam ser feitas para que a vida continue seu curso.

Nesta hora nos damos conta de que somos limitados. Aprendemos que precisamos ter cuidado com nossa saúde, pois somente ao perdê-la é que percebemos o quanto ela é importante.

Para grande maioria das pessoas, existe uma idade, em geral na faixa dos trinta anos, em que algum problema de saúde acontece. Nesta hora nos damos conta de que precisamos mudar o rumo de nossa existência.

É uma tomada de consciência que nos faz perceber o bem que temos em nossa vida. Tornamo-nos mais cuidadosos e já não desperdiçamos mais, tanto tempo, com coisas que possam nos trazer algum transtorno com relação a nossa saúde. Percebemos, mais uma vez, que temos que cuidar deste bem, pois ele é importante para nossa vida.

Continuamos a nossa trajetória e percebemos que os pequenos problemas e alguns, nem tão pequenos, começam a exigir, cada vez mais, atenção de nossa parte. Nos tornamos mais vulneráveis a medida que a idade vai avançando. Um pequeno resfriado que tratávamos com um chá caseiro e com o carinho de nossos pais, agora exige a atenção de um médico e muitas vezes nos impossibilita por vários dias.

Aumenta a nossa preocupação e com ela o medo de adoecer seriamente. Com isso nos tornamos cautelosos. Nos tornamos mais sensíveis e vulneráveis e com isto surge a necessidade de mais atenção com nossa saúde. É hora de ter um medico de confiança.

Para muitos ao chegar à velhice, em função dos cuidados que sempre tiveram, nem percebem que ela chegou. Vivem bem e continuam cautelosos porque tornaram um hábito em suas vidas o cuidado e a atenção para com sua saúde.

O Site VIVER E SABER quer alertá-lo sobre isso. Viva bem desde a juventude. Evite exageros. Cuide de sua saúde, se alimentando corretamente, evitando excessos, praticando exercícios físicos, mantendo sua mente focada em coisas alegres e que lhe tragam prazer e principalmente fazendo o bem.

Adelino Cruz

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.