14
Ago 11
Viver e Saber

A resposta deveria ser sim, mas infelizmente não é. A grande maioria das pessoas que ultrapassam os sessenta anos são solitários, enfrentam muitos problemas de saúde, já não são mais valorizados, até mesmo no comércio e principalmente são considerados ultrapassados e rejeitados, muitos deles até pelos próprios familiares.

Enfrentam, ainda, uma outra realidade que é a perda dos amigos da juventude e não encontram entre os mais jovens disposição para uma boa conversa, para uma gentileza e muito menos um aprendizado de vida.

Quando precisam de atendimento médico, mesmo aqueles que possuem bons planos de saúde, precisam aguardar vários dias até que consigam um horário nas agendas, sempre lotadas, da maioria dos médicos. Resta esperar e sofrer.

Como é Possível um Pais que está em desenvolvimento não priorizar a saúde de sua população?

De que adianta mostrar índices positivos de crescimento se uma pessoa enfrenta madrugadas e filas constantes para marcar uma consulta? Marcar uma cirurgia é uma tarefa que exige preparo físico para chegar primeiro, mesmo que tenha que montar plantão noturno para conseguir entrar na lista, que as vezes chega a meses para a frente. Isto no mínimo é desumano.

Quando se assiste pela televisão autoridades serem tratadas com a maior distinção nos melhores hospitais, com equipes médicas altamente capazes dá a impressão de que são de outro planeta. Não vivem a realidade do dia a dia. Como será possível conhecerem a realidade se estão tão distante dela? A resposta é simples. Entendem que os pobres precisam sofrer. Seria importante que também tivessem que aguardar nas filas, sem distinção alguma, para terem uma atitude positiva resolvendo os problemas que afetam a saúde visando diminuir o sofrimento de tantas pessoas que precisam.

O abandono dos mais velhos é constrangedor. Filhos já não tem paciência com os pais. Havendo recursos financeiros colocam os pais nos asilos abandonando-os a sua sorte e a sorte de encontrar algum estranho que lhe dê um pouco de atenção.

A sociedade, de uma maneira geral também repele os idosos. Ficam sempre a espera de alguém que possa lhes dar um pouco de atenção. Com a melhoria da qualidade de vida, mais e mais pessoas estão atingindo e melhor idade, como muitos dizem. Entretanto para milhões não tem nada de melhor.

A sociedade precisa rever os seus conceitos. O respeito aos mais velhos precisa ser ensinado nas escolas. A consideração com eles é fundamental para que possam viver seus últimos anos de vida entendendo que valeu a pena.

As pessoas esquecem que todos os idosos já foram jovens e que muitos deles prestaram grandes serviços ao País e principalmente criaram os filhos para que sejam felizes e tenham sucesso, mas nunca pensaram que seriam esquecidos e desconsiderados.

Este é um tema para reflexão de todos. É preciso respeitar, ajudar e amar os idosos, pois eles são a história viva de cada família.

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.