14
Ago 11
Viver e Saber

A moradia é um dos maiores sonhos de qualquer pessoa. Para muitos se torna realidade em função das condições financeiras. Para outros a dependência do aluguel é um sacrifício mensal, uma vez que um percentual significativo do salário é utilizado para esse fim. Existe, ainda, as famílias carentes que estão muito longe de ver este sonho se tornar realidade.

O Ser humano precisa viver em condições favoráveis para poder desenvolver todo o seu potencial. Isto inclui uma casa com as condições mínimas para uma vida digna. Isto também significa prevenir doenças, que geram um custo muito alto para o Estado.

Não seria conveniente priorizar moradias populares em quantidade suficiente para abrigar as pessoas e também evitar tantos problemas de saúde?

A resposta está nas mãos de quem governa ou tem ingerência nos programas habitacionais.

Construir casas empilhadas, visando abrigar mais e mais pessoas, sem nenhuma possibilidade de um pequeno terreno para plantar uma árvore frutífera ou uma pequena horta, que contribuiria para ajudar na alimentação, não contribui para a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Um planejamento que vise não só a construção de uma pequena casa popular, mas que também proporcionasse a possibilidade de uma ação comunitária, orientando as pessoas no sentido de produzirem, através de uma horta comunitária alimentos que seriam utilizados por todos.

A Sustentabilidade pressupõe não só cuidados com o meio ambiente, mas também com a melhoria das condições de vida da população. É o lado social da sustentabilidade, que hoje desafio o mundo inteiro visando minorar o sofrimento dos mais necessitados.

Uma valiosa solução já está em andamento no mundo e no Brasil. São as casas ecológicas. Elas são feitas com materiais reciclados e apresentam uma série de vantagens e economia de custos, pois são materiais baratos e já utilizados, como borracha de pneus usados, garrafas pets e muitos outros disponíveis no mercado.

A utilização destes materiais, além de produzir algo de grande utilidade ajuda a limpar o planeta. A utilização de modernas tecnologias simplifica todo o processo de construção de moradias, principalmente as populares, contribuindo para a melhoria das condições de vida da população.

É preciso usar criatividade e bom senso e deixar de lado as formas convencionais de construção civil, que são caras e nem sempre respeitam o meio ambiente.

Um País com uma natureza privilegiada como o Brasil precisa utilizar seus recursos naturais para gerar boas e limpas energias, como a eólica, a solar e tantas outras, fornecendo energia para as famílias com um custo menor. Já existem maneiras de construir telhados verdes, que além de melhorar as condições de temperatura da casa cria uma visão de jardim permanente.

Existem bons modelos em vários países que podem ser copiados, pois estão dentro dos conceitos de sustentabilidade, que é o caminho para um futuro melhor.

Vejam nos links abaixo uma destas alternativas:

http://www.escritorioverdeonline.com.br

http://youtu.be/QYGMUuqluV4

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.