20
Abr 12
Imprimir
Viver e Saber

A luta dos trabalhadores é histórica e a conquista desta data, está ligada a momentos difíceis que foram enfrentados em Chicago em 1886, quando os trabalhadores se uniram e foram para as ruas exigir a redução da jornada de trabalho de 13 para 8 horas e a melhoria das condições desumanas de trabalho.

A repressão foi violenta. A policia reprimiu a manifestação,  atacando, prendendo e até matando trabalhadores, que simplesmente lutavam por direitos que eram desconhecidos dos poderosos da época.

Esta lamentável episódio marcou os trabalhadores, de tal forma, que a partir dai as conquistas começaram a acontecer. O Congresso Socialista realizado em Paris em 1889 aprovou a criação do dia mundial do trabalho para primeiro de maio para lembrar e homenagear os mártires de Chicago e as reivindicações trabalhistas.

Infelizmente a luta dos trabalhadores continua. Diversas classes continuam sendo massacradas de outra forma, mais sutil, mas mesmo assim desumana, como por exemplo, os professores no Brasil. São obrigados a trabalhar sem as condições ideais, sofrendo ataques de pais e alunos e recebendo um salário que não condiz com a condição de mestres do saber, que preparam os jovens para o futuro.

Trabalhar é direito de todos e o País precisa crescer, o suficiente, visando criar as condições ideais, para que os jovens e os profissionais não tenham que mendigar uma vaga.

É muito triste a situação de profissionais que perdem o emprego, principalmente quando já estão com idade acima dos trinta anos. As dificuldades de recolocação são enormes.

O desespero atinge famílias inteiras, pelas dificuldades de se manter, desestruturando e em muitos casos marcando os filhos pelo resto de suas vidas. Só a doença é pior do que ficar desempregado. Por isso é preciso mudar a cultura de despedir por qualquer motivo. O sofrimento causado é desumano.

Todos precisam ter o direito de acordar pela manhã e ter um trabalho para desenvolver durante o dia. As pessoas não podem e não devem ficar na ociosidade, pois esta leva a doenças que transtornam a vida.

As diferenças salariais no Brasil são absurdas. Como é possível uma família viver com salário mínimo comparado com os salários e as vantagens recebidas por um deputado ?

A única resposta para isso é continuar lutando, exigindo melhores condições de ganhos e de condições de trabalho. O lado desumano que se vê nos hospitais é resultado destas diferenças. Pessoas muito humildes morrendo nos corredores porque não tem um leito para serem tratadas, enquanto que os poderosos vão direto para o Hospital Sírio Libanês em São Paulo, sendo transportados em jatinhos particulares, sem o povo saber quem paga a conta.

Por isso tudo,  é importante que os trabalhadores se mantenham unidos e reivindiquem seus direitos. Votem somente naqueles candidatos que assumirem esta posição e não naqueles que só buscam ser eleitos para receber as benesses do poder.

A data precisa ser comemorada em respeito a todos que lutaram e perderam a vida, visando melhorar as condições dos trabalhadores no mundo todo.

Viva do dia do trabalho.