22
Jul 18
Viver e Saber

Vivenciamos um dos maiores espetáculos da terra com a Copa do Mundo na Rússia. A beleza do País e a recepção feita aos visitantes encantaram a todos.

Foram dias de entusiasmo, de muitas alegrias, esperanças e também de grandes decepções.

Assim como nas empresas, ficou evidente nas diversas seleções que participaram, desde as primeiras apresentações, quem estava devidamente preparado para enfrentar a competição. Nas empresas e nos negócios não é diferente. A maneira como as pessoas se mostram, desde os primeiros contatos, revela quão preparadas estão para serrem vitoriosas.

Ficou fácil perceber a garra , a determinação de algumas das seleções, que mesmo sendo de países que não tinham tradição em vencer a competição, se apresentaram com uma disposição que encantou a todos, granjeando a simpatia do público em geral, como foi a ocaso da Croácia e da Bélgica.

 

No dia a dia percebemos isso quando nos dirigimos a uma empresa e somos bem ou mal atendidos. Imediatamente firmamos um conceito a respeito da mesma. Muitas vezes as pessoas que atendem não se dão conta que um bom atendimento contagia. Quem recebe não esquece, tanto o bom como o mau atendimento. Isso prejudica muito as empresas, que não tem um treinamento adequado para fazer com que seus representantes trabalhem com entusiasmo, dedicação e prazer em demonstrar que formam um grande time empresarial e que batalham para ser campeões.

 

A força que transparece no rosto de pessoas determinadas, que trabalham com garra e amor é o que faz a diferença.

Quem não percebeu isso no rosto, nas atitudes e na vontade de vencer dos Croatas?

Por pouco não foram os campeões do mundo. Não demonstravam cansaço mesmo jogando mais tempo do que  muitos outros, em função das prorrogações.

Isso encantou a todos e criou uma imagem positiva de um País que tem orgulho de sua participação num evento tão importante.

Os favoritos foram caindo um após o outro. Jogavam sem entusiasmo, não se dando conta dos determinados que estavam participando.

Como na vida nada se perde e tudo se transforma, a lição servirá para que todos reflitam, sobre as razões que levaram a grandes favoritas a fracassarem. Que o exemplo dos Croatas sejam alavancas para que empresas também revejam seus objetivos permanentemente, pois o mundo anda muito mais rápido hoje do que antes e isso exige posturas diferenciadas para casa situação, levando sempre em conta que são pessoas obstinadas, criativas e com objetivos claros e definidos que podem fazer a diferença. A França é a campeã do mundo, mas a Croácia será sempre  lembrada pela obstinação, determinação e vontade de vencer.

Prof.Adelino Cruz

Consultor

Adelinocruz10@gmail.com

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.