08
Set 17
Viver e Saber

Sete de setembro é a data que marca a independência do Brasil ocorrido no ano de 1822, ocasionada pela pressão das cortes Portuguesas, que defendiam o retorno do Pais, como o centro político do Reino Unido exigindo a submissão do Brasil a sua posição.

No Brasil o príncipe regente D.Pedro, orientado pelas elites locais, realizava reformas que não agradavam as elites portuguesas, que passaram a exigir seu retorno a Portugal. O destemido príncipe se recusou a atender as ordens portuguesas, optando por permanecer no País, no início de 1822, ficando este dia conhecido como o Dia do Fico.

No início de setembro deste ano as cortes portuguesas deram um ultimato para o príncipe retornar a Portugal, sob a ameaça de ataque militar. O príncipe estava em viagem para São Paulo. Recebendo as margens do riacho Ipiranga no dia 7 de setembro a comunicação vinda de Portugal, empunhou sua espada e declarou a Independência do Brasil.

Esta pequena síntese, mostra a bravura do príncipe regente e também o desejo manifesto do príncipe em defender o povo brasileiro.

150 anos depois, no dia em que os brasileiros decentes, relembram esta data, exatamente num dos momentos mais conturbados da vida nacional, onde corruptos se arvoraram a enriquecer ilicitamente as custas dos brasileiros, saqueando os cofres da nação e do povo brasileiro, que paga impostos altíssimos para ter o direito de ter progresso com segurança, saúde, educação, empregos e vida digna, estamos a lamentar o nosso infortúnio em ver nosso povo passando dificuldades.

 

O sonho de D.Pedro em governar para o povo ficou esquecido. Salários são pagos parcelados, impossibilitando inúmeras famílias de viverem dignamente. Milhões de brasileiros andam pelas empresas na busca de uma vaga para trabalhar, sem conseguir, pois a crise assola a todos incluindo as empresas.

O lema que consta na bandeira brasileira clama por ordem e progresso. Onde estão estes valores?

Estão na mente e nos corações dos brasileiros honestos, ordeiros, trabalhadores que suam diariamente para viver dignamente, mesmo com o pouco que recebem porque possuem valores morais elevados condenando veementemente a corrupção e a desonestidade.

Em nome destes brasileiros quero enfatizar a coragem, o profissionalismo e os valores pessoais do Juiz Sérgio Moro e da equipe da lava jato, além dos demais representantes do poder judiciário brasileiro, que com seu trabalho mostram que é possível ter esperança de viver em um país decente.

Conclamo a todos os profissionais decentes, honestos que atuam nas organizações, entidades públicas e privadas e empresas em geral, que não desistam de lutar para termos um país próspero e decente. Um país gigante como o Brasil, com tanta beleza e riquezas naturais, não pode se submeter aos corruptos, que tentaram dominá-lo.

É preciso recuperar os valores perdidos, dando prioridade para a educação, único caminho capaz de formar pessoas com conhecimento adequado para não permitir que esta situação que vivemos jamais se repita.

Prof.Adelino Cruz – adelinocruz10@gmail.com

Consultor

 

 

 

 

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.