10
Fev 17
Viver e Saber

A imagem do Brasil no exterior não favorece, o desejo que existe, de atração de investimentos que poderia oxigenar a economia do País, uma vez que a corrupção existente não gera confiança. A violência nos presídios e nas ruas impede que o povo viva tranqüilo, o que causa um medo generalizado, que compromete a vida diária de todos. O turismo internacional é uma excelente fonte de receitas, que traz grandes benefícios para o País e para as empresas. Mas como planejar uma viagem para visitar um lugar, onde os noticiários do mundo todo divulgam, diariamente, prisões, mortes, assaltos, rebeliões e o maior caso de corrupção do mundo, conhecido como Lava a Jato?

Isto e muito mais prejudica o desenvolvimento do País gerando dificuldades para as empresas, que deixam de contratar mais profissionais, temerosas do que ainda pode acontecer, o que gera desemprego. Deixam de contratar consultorias e assessorias para melhorar seu desempenho e oferecer melhor qualidade de seus produtos e serviços.

Estas atitudes não favorecem o desempenho e os resultados, que poderiam ser mais expressivos e animadores.Resumindo, o contágio negativo permeia todas as atividades atingindo os consumidores, que percebem através dos altos preços, nem sempre com a qualidade desejada, que nada está bem.

Ao iniciar o ano de 2017 é preciso haver uma reação, principalmente das empresas, no sentido de fazer MAIS E MELHOR.

 

Como fazer isso?

Com novas atitudes, com novas posturas profissionais, acreditando que sempre é possível melhorar, mesmo nas crises, apostando na qualidade, que sendo percebida pelos consumidores, entenderão que o preço é justo em função dos benefícios que oferece. Para que isso aconteça é preciso que as áreas de Marketing, comunicação e principalmente de atendimento melhorem consideravelmente, porque o que se vê no mercado, são pessoas despreparadas para realizar o atendimento. Muitos atendentes revelam em seu semblante o momento de dificuldade que estão vivendo, uma vez que são incapazes de transmitir confiança e segurança na venda que estão realizando. Um profissional preparado para fazer mais e melhor sabe que precisa conquistar o cliente com profissionalismo, sem esquecer que atitudes corretas como boa educação, simpatia e atenção, são indispensáveis para fechar uma venda.

As empresas precisam se dar conta, de que é preciso investir nas pessoas com treinamentos adequados, realizados por consultorias competentes, que sabem como resolver os problemas existentes com competência, exatamente porque estão preparadas para esta tarefa. Apostar na prata da casa, nem sempre funciona, porque o hábito de contato diário com os gerentes ou mesmo um diretor, não causa o impacto necessário para acreditar numa mudança ou numa nova perspectiva, que estimule os colaboradores a fazer mais e melhor.

O novo ano sugere uma ação renovada , priorizada pelo comando das empresas, visando fornecer mais conhecimento e mudanças de atitudes internas, para que haja uma reação contrária ao negativismo que domina o País. A decisão de apostar, nesta proposta, depende de cada gestor. Como consultor afirmo que é possível mudar para vender mais e melhor.

Prof. Adelino Cruz

Adelinocruz10@gmail,com

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.