03
Out 16
Viver e Saber

A frieza que se estabelece nas relações profissionais, afasta em vez de aproximar pessoas. Para muitos que ainda vivem privilegiando a arrogância no lugar da humildade ser um superior hierárquico é demonstrar que estão acima dos demais, o que dificulta a comunicação e o entendimento entre as partes.

Esquecem que, antes de serem profissionais, os colaboradores são seres humanos com virtudes e defeitos, porém com grande componente de carências, que muitas vezes são atenuadas pela simples aproximação, através de pequenas atenções como perguntar como vai e como está sua família.

Por que isso continua a acontecer nas empresas, mesmo com a evolução dos tempos?

Por que a tradição e a história da existência das empresas se mantém dentro dos padrões antigos, onde a figura de um diretor precisa causar respeito pelo cargo que ocupa. Isto faz com que a aproximação entre os níveis hierárquicos das empresas continue sendo difícil, calcada na ordem e no poder que um diretor tem inclusive de demitir a hora que desejar qualquer um dos colaboradores.

 

Seria muito mais fácil estabelecer um relacionamento baseado no estímulo, na confiança e na valorização privilegiando aquilo que cada um tem de bom, pois todo o ser humano é dotado de virtudes, que devidamente reconhecidas e valorizadas se sobrepõe aos defeitos.

Entretanto, para agir desta forma é preciso que os níveis hierárquicos não se sintam superiores a ninguém e sim profissionais capacitados para cumprir com suas obrigações, tendo consciência de que exatamente por estarem em posições destacadas, precisam ser acessíveis e capazes de fazer com que todos se sintam bem e possam contribuir para o crescimento da organização.

Agindo assim agregarão talentos e será muito mais fácil atingir os objetivos propostos. É preciso ter a grandeza para reconhecer o trabalho dos colaboradores. A gratidão é algo extraordinário que atinge não só a mente mas o coração gerando um bem estar importante para a felicidade e o bem estar de um colaborador. É preciso repensar a postura de muitos gestores, que só exigem e amedrontam colaboradores. A pressão exercida para atingir metas é mais danosa do que benéfica, pois tem o poder de colocar em dúvida a capacidade do profissional em atingir resultados. Isto acontece, com freqüência, nas áreas comerciais, razão pela qual o “turn over” é alto, gerando custos que poderiam ser utilizados para outras finalidades como treinamento e melhoria das relações interpessoais.

Os seres vivos precisam de atenção, carinho e cuidados especiais. Isso é uma exigência da natureza. Os seres humanos pela necessidade que tem, de terem atenção, são sensíveis e reagem negativamente quando hostilizados e se sentem perseguidos. Deixam de ser produtivos o que os impede de contribuir para o sucesso dos objetivos propostos. Esta situação, com freqüência leva a demissão que poderia ser evitada, com habilidade e atenção. Valorizar e reconhecer o que o outro faz traz melhores resultados.

Prof.Adelino Cruz

Adelinocruz10@viveresaber.com.br

Consultor.

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.