16
Mar 14
Viver e Saber

 

Existe uma grande quantidade de pessoas, trabalhando em diversas atividades em diferentes setores da economia, que vivem um dilema que compromete o prazer de trabalhar, gerando insatisfações, que podem levar a doenças físicas e emocionais.

Por competência ou por ambição pessoal, por entender que chegou a sua vez, muitos profissionais, com ou sem razão, culpam suas chefias de impedirem sua ascensão a cargos hierárquicos, desenvolvendo uma aversão, que impede que a figura do chefe seja respeitada ou admirada.

Nestes casos desenvolvem uma rebeldia que faz com que não aceitem mais as determinações, justificando sempre, como decisões precipitadas ou erradas ao mesmo tempo em que apresentam a solução ideal para o mesmo problema, querendo mostrar a todos que são mais capazes, denegrindo a imagem do superior hierárquico.

Outras vezes acontece o contrário. As aversões são justificadas pela incompetência de muitos executivos, que são promovidos e ocupam cargos elevados nas empresas ou organizações, sem a capacidade devida para o cargo, não pela competência, mas principalmente pelas atitudes comportamentais arrogantes e longe do ideal para uma convivência profissional e fraterna entre todos.

 

As duas colocações acima, são prejudiciais, não só para as empresas, mas principalmente para os agentes envolvidos nestas situações, uma vez que elas prejudicam a produtividade. O resultado são profissionais descontentes, que não perdem a oportunidade, em lugares que freqüentam, para comentar sobre suas frustrações com o trabalho que executam, o que reflete na imagem da empresa.

Nas áreas comerciais o problema é constante em função da pressão exercida, desde os escalões mais altos até as chefias imediatas, para que os vendedores atinjam os resultados esperados. Esquecem que dificilmente alguém pode produzir bem se está sendo pressionado permanentemente.

Muitos diretores e alguns gerentes de áreas comercias chegaram a esta posição sem conhecer o que é sair para a rua para vender um produto ou um serviço. Não conhecem as dificuldades que existem para vender. É correto exigir que os vendedores busquem os resultados que as empresas precisam, mas é preciso criar um ambiente favorável para que isto aconteça.

É possível sim, atingir metas criando um ambiente participativo, motivador, onde cada um se sinta participante do processo e valorizado pelo que produz. Desta forma o colaborador se sente valorizado e responde com dedicação visando cumprir a sua parte, porque trabalha tranquilo e feliz.

É preciso rever posições. As insatisfações pessoais são fruto da incompreensão e do desconhecimento das ambições pessoais de cada funcionário.

A Viver e Saber Consultoria desenvolve uma metodologia de trabalho que elimina insatisfações e promove o bem estar de cada participante, no processo de trabalho, gerando resultados para as empresas e prazer para quem dedica seu tempo e conhecimento para o engrandecimento da empresa que o contratou.

Adelino Cruz

atendimento@viveresaber.com.br

fone 51 – 99 55 32 21

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.