25
Fev 14
Viver e Saber

Sim é possível, apesar dos danos que esta situação pode causar ao profissional, tanto pelo lado físico quanto emocional, ao se sentir rejeitado ou ignorado. Os indivíduos precisam se sentir aceitos, no meio em que vivem, para poderem produzir e se motivar para atingir os resultados que esperam dele.

São poucos os profissionais que conseguem superar rejeições e se tornar produtivos, quando sentem ou percebem que seu diretor ou gerente não o consideram.

Alguns, fazendo um grande esforço trabalham mais e com dedicação total para tentar chamar a atenção dos superiores hierárquicos, tentando mostrar que são competentes, capazes, determinados, querendo provar que são bons, para poderem ter a atenção e serem reconhecidos.

Muitos outros, se frustram de tal forma, que não sentem nenhum prazer em ir trabalhar, pois sucumbiram ao despreparo e a arrogância de chefias incompetentes, que não sabem que um líder precisa conduzir pessoas, na busca de resultados e não de simpatias pessoais.

É surpreendente ver como, ainda nos dias atuais, se encontram tantas pessoas ocupando cargos importantes, mas sem nenhuma habilidade no trato com pessoas. Possuem currículos com várias graduações superiores, que revelam suas competências, que na prática representam muito pouco, em função de um comportamento autoritário, discriminador e cruel.

O respeito para com todos os seres, em especial os humanos, é vital para que haja sintonia, harmonia e razão de viver. Como pode um profissional se sentir bem num ambiente, onde percebe que é discriminado?

Infelizmente, isso ocorre e precisa mudar. A maior ignorância de todas é a discriminação, seja ela do tipo que for. No trabalho ela se torna , ainda mais nociva, porque impede o crescimento de pessoas que são competentes, mas não despertaram a simpatia das chefias.

É preciso haver diálogo e a abertura necessária nas empresas, para que os funcionários tenham um local ou espaço para revelar suas frustrações e justificar sua falta de motivação, que gera baixa produtividade, que poderá levá-lo a perder um emprego, por um problema que não é profissional.

Mesmo com a tecnologia que contribui decisivamente para melhorar os resultados das empresas, ainda o ser humano é a peça importante e sempre será.Tratar alguns colaboradores com desprezo ou ignorá-los, mesmo convivendo diariamente com eles é uma forma de tortura que precisa ser eliminada.

As empresas e os profissionais precisam de resultados para obterem aquilo que desejam. Por isso é importante criar um ambiente solidário, de respeito, onde todos tenham oportunidades iguais, sendo considerados importantes para o sucesso empresarial.

A consultoria viver e saber recomenda que sejam realizadas avaliações mensais, não só de funcionários, mas deles para com os executivos, gerentes e diretores, como já acontece em muitas organizações internacionais, inclusive em Universidades onde os professores são avaliados pelos alunos.

Um profissional terá grande dificuldade em ser produtivo quando sente que é ignorado. Por isso é preciso que os gestores observem suas chefias, pois elas são responsáveis pela busca de resultados, que só serão alcançados, se todos se sentirem importantes e participantes deste processo.

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.