23
Nov 13
Viver e Saber

Nada na vida é mais importante do que uma boa saúde. Nos dias de hoje, em função de pesquisas, tanto médicos, quanto nutricionistas prestam relevantes serviços a população orientando sobre a importância de hábitos alimentares saudáveis para manter a saúde em perfeitas condições.

Como as informações sobre a correta alimentação estão disponíveis na Internet, nos livros e nos veículos de comunicação, dificilmente alguém pode alegar que desconhece os benefícios que uma mudança nos hábitos alimentares pode proporcionar.

O difícil é mudar hábitos, uma vez que os alimentos oferecidos, desde a infância acabam sendo assimilados para a vida toda. Como no passado a vida era mais natural e não havia tantos alimentos industrializados eles não apresentavam maiores problemas para a saúde.

Com o aumento da população e a necessidade de estocar alimentos, a introdução de conservantes, que são químicos, passaram a ter um significado diferente na vida de todos.

Principalmente, as pessoas que vivem ou viveram no interior, possuíam o hábito de plantar árvores frutíferas, legumes e hortaliças em seu quintal, oferecendo a família uma alimentação natural e saudável. Hoje praticamente tudo vem de uma indústria alimentícia, que se utiliza de produtos, que garantem a durabilidade, mas agrega químicos para que possam chegar a lugares distantes com garantia de qualidade.

É o que é possível para atender as necessidades das populações em diferentes cantos do mundo e principalmente das concentrações urbanas que impedem que as famílias produzam o que comer. O mundo é grande, a população aumenta sempre e tem fome e a indústria cumpre seu papel. O ideal é encontrar alternativas para que os alimentos sejam sempre saudáveis.

Felizmente, já existe a alternativa dos produtos orgânicos, sem defensivos agrícolas, mas que infelizmente tem um custo alto o que impede muitas famílias de adquiri-los.

O que precisa ser repensado é a maneira como os pais alimentam seus filhos desde os primeiros anos de vida. É preciso eliminar a idéia de oferecer doces, guloseimas, pipocas salgadas ou doces, frituras ou produtos industrializados, substituindo-os por frutas, sucos naturais, proteínas saudáveis, azeite de oliva e produtos integrais.

Desta forma estarão criando hábitos alimentares saudáveis que serão assimilados pelo gosto e paladar das crianças, que os reconhecerão durante toda a sua vida, evitando o que for diferente daquilo que estão acostumados a ingerir.

Com isto teremos adultos saudáveis, sem necessidade de tantos medicamentos em função dos inúmeros problemas que uma alimentação errada proporciona. Cabe aos pais esta tarefa, incluindo o hábito de exercícios físicos desde a infância, bem como leitura para buscar conhecimento e valores morais para formar cidadãos dignos e honrados, que respeitam os demais e o meio em que vivem.

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.