29
Ago 13
Viver e Saber

 

Tomar decisões é um desafio diário, quem nem todos conseguem realizar, com tranqüilidade e presteza, pela complexidade dos fatos e atitudes, que exigem fazer escolhas, que muitas vezes assustam e intimidam quem deve decidir.

As dúvidas, inseguranças e falta de confiança, que atormentam muitos executivos, precisam substituídas por atitudes firmes e decididas, que gerem tranqüilidade para os colaboradores e respostas rápidas e corretas para o público em geral.

 

É comum ver pessoas que ocupam cargos nas empresas postergarem decisões, que acabam atrasando soluções importantes, que impedem a realização de tarefas, que poderiam contribuir para melhorar os resultados.

No mundo moderno tomar decisões que agilizem o andamento do trabalho é vital para o sucesso de qualquer empreendimento. Infelizmente o que se vê são pessoas ocupando cargos importantes, mas apresentando fragilidades quanto a tomada de decisões, demonstrando insegurança e dependência de um superior hierárquico.

De qualquer forma, o trabalho contribui para ensinar profissionais a decidir, entre as diversas opções que surgem, uma vez que os cargos de chefia precisam decidir a toda hora, qual o melhor caminho a seguir.

Nas famílias, também se percebe a dependência de um para com o outro, seja entre os casais ou mesmo entre irmãos, quando é necessário decidir sobre coisas rotineiras, mas que provocam discussões e conflitos, pela insegurança na tomada de decisão.

É preciso incluir este assunto nas conversas familiares, onde os pais precisam ensinar os filhos, desde cedo, a participarem das decisões domésticas, pois isto fará com que aprendam a tomar decisões, preparando-os para as atividades profissionais que desenvolverão no futuro, quando assumirem postos de comando nas empresas.

Como decidir bem?

Para poder decidir bem e com total segurança é preciso:

1 – Dominar o assunto que precisa ser decidido.

2 – Ser ousado e não temer assumir responsabilidade sobre o que decidiu.

3 – Além de conhecer, apostar na intuição.

4 – Analisar o assunto eliminando os grandes riscos.

5 – Desenvolver a habilidade de decidir.

6 - Não temer ouvir opiniões.

7 - Ter um conselheiro de confiança nas decisões importantes.

8 - Aceitar correr algum risco.

9 – Acreditar que pode dar certo.

10- Desenvolver a auto confiança, fortalecendo a capacidade de decidir.

Decidir nem sempre é fácil, mas este aprendizado deve começar em casa. Os pais devem estimular seus filhos a serem independentes aprendendo a tomar decisões, desde pequenos, o que lhes garantirá segurança, para o futuro profissional, quando forem obrigados a tomar decisões a cada momento.

Nas empresas é necessário delegar poder e responsabilidade, agilizando os processos para que a empresa seja percebida, pelos seus diferentes públicos, como eficiente, dinâmica e acima de tudo comprometida com a qualidade do atendimento que presta a seus clientes e a sociedade onde está inserida.

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.