08
Ago 13
Viver e Saber

 

A boa notícia divulgada foi a queda da inflação no mês de julho. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo(IPCA) que mede a inflação oficial, registrou taxa de 0,03% , percentual menor do que o registrado em julho de 2012 que foi de 0,43%. O IPCA acumulado em doze meses registrou 6,27%, menor do que o teto da meta de inflação do governo que é de 6.5%.

Os responsáveis pela queda da inflação foram os transportes, com queda de preços de 0,66%, a alimentação com deflação de 0,33%, o vestuário com queda de 0,39. As despesas pessoais com inflação de 1,13% impediram uma queda, ainda maior da inflação.

A pergunta que fica no ar é o quanto as manifestações de junho influenciaram nestes dados, uma vez que a luta pela redução das tarifas dos transportes, foi um dos responsáveis pela queda da inflação. Isto mostra que o povo não pode ficar passivo.

 

 

A maioria da população brasileira, não tem conhecimento suficiente em economia para entender os índices que calculam a inflação, entretanto, grande parte das pessoas, que compõe a classe menos favorecida, sabe dizer que ela afeta o bolso, quando vai as compras.

Para estes, inflação significa comida, transporte e roupas mais caras, impedindo-os de consumir o que desejam, uma vez que não tem dinheiro suficiente para comprar, quando a inflação sobe e tudo fica mais caro.

Por este motivo a inflação é um dos pontos que mais apavora o povo brasileiro, que tem experiência suficiente e lembranças de um passado não muito distante quando a inflação galopante, consumia todos os recursos disponíveis.

Ver divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE) que a inflação de julho de 2013 é a mais baixa desde 2010, que foi de 0,01, dá um alento a população, principalmente para aqueles que vivem com baixos salários, o que significa a maioria da população, num País onde as diferenças de classe são uma vergonha nacional.

Muitos, pertencentes a classe média, precisam suportar situações estressantes, nas empresas, onde são muito exigidos sem receber a recompensa devida, tendo que aceitar passivamente para não ficar desempregados. Situação ainda mais grave para milhões de Brasileiros que vivem na pobreza, com dificuldades até para comer. Inflação em alta só piora a vida da população, razão pela qual, o controle para evitar que se eleve, deve ser prioridade sempre.

Segundo Mirian Leitão, comentarista de economia do jornal Bom dia Brasil, muitos pontos, ainda precisam ser ajustados para garantir uma estabilidade da inflação. Podemos e devemos comemorar, mas permanecer em alerta, porque ajustes precisam ser feitos na Economia do Pais.

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.