18
Jul 13
Viver e Saber

 

Uma pesquisa realizada pela empresa de recrutamento Robert Half com 1.775 diretores de recursos humanos de 12 países, sendo 100 do Brasil, constatou que os brasileiros estão em primeiro lugar, como profissionais mais estressados do mundo.

Mais de 40% dos trabalhadores sofrem frequentemente de estresse e ansiedade em seus empregos, bem acima da média mundial que é de 11%. Este percentual pode chegar a 94% nos casos em que os diretores de Rh trabalhem com pessoas estressadas ou ansiosas. Apenas 2% não se sentem estressados e apenas 4% o sentem algumas vezes.

A seguir 10 causas que levam ao estresse:

1 – Não gostar do que faz.

2 – Não identificar no superior hierárquico um líder motivador e competente.

3 – Ser tratado com indiferença.

4 – Trabalhar sob forte pressão.

5 – Não ter reconhecimento da Empresa e das chefias.

6 – Discordar da maneira como o trabalho é conduzido.

7 – Ter que se sujeitar a um diretor autocrático.

8 – Não conseguir viver com o salário que recebe.

9 – Não ter liberdade para dizer o que pensa.

10 – Receber cobranças fora da realidade.

É comum encontrar pessoas insatisfeitas nas empresas, sem poder reagir, porque precisam garantir o sustento pessoal e familiar. São obrigadas a permanecer trabalhando contrariadas, porque não gostam da maneira como os diretores, gerentes ou chefias se portam no trabalho.

Muito outros são desconsiderados e maltratados por chefias inseguras, que não tem nenhuma habilidade no trato com pessoas. Estes nem sempre são promovidos por mérito e sim por amizades pessoais com superiores, que preferem um puxa saco do que um profissional competente.

Para aqueles que trabalham em áreas comerciais, as probabilidades de terem estresse são altas, pois vivem pressionados por resultados, que muitas vezes não acontecem por políticas erradas e obsoletas, calcadas na pressão para atingir metas irreais, quando hoje existem métodos eficazes, que efetuados através do marketing, via digital, podem conquistar leads, que serão induzidos a realizar a compra de produtos ou serviços, de forma natural, sem estresse.

Aqueles que são atingidos por este mal veem suas vidas se transformarem, de tal forma, que muitos, por viverem tristes e sem esperanças ficam ansiosos podendo chegar a depressões profundas, que podem levar a doenças graves ou mesmo a morte.

Nenhum ser humano deve permitir que sua saúde seja abalada por descontentamento profissional. É preciso, quando identificado a causa do mal, buscar alternativas, pois viver e trabalhar feliz, traz saúde, bem estar e qualidade de vida.

Toda a empresa deve ficar atenta aos sinais de descontentamento dos colaboradores, pois o custo é alto com pessoas que não produzem por problemas de estresse. Só quem já passou por um stress conhece os danos que ele causa.

Quando contratarem ou promoverem um funcionário tenham a certeza de que além do conhecimento necessário, que garanta os resultados que a empresa espera, tenham comportamento adequado para lidar com pessoas, pois são elas que contribuirão para o crescimento empresarial, desde que trabalhem felizes e satisfeitas.

Para evitar ou combater o estresse, afaste tudo que lhe traz aborrecimentos. Procure ter amigos verdadeiros que sejam alegres, de alto astral, que tenham prazer em viver. Ouçam a boa música, pois ela tem o poder de tranquilisar, leiam bons livros e façam exercícios físicos, que relaxam o corpo causando sensação de prazer.

Se o stress já estiver instalado, procure ajuda especializada com seu médico, pois é muito difícil combatê-lo sozinho. Tratamentos alternativos como yoga, acupuntura. Florais, controle mental, meditação e principalmente carinho de quem está próximo é fundamental para aliviar os sintomas desagradáveis que ele causa. Ter fé é sempre muito importante.

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.