13
Jul 13
Viver e Saber

 

Os golfinhos ou delfins são animais cetáceos da família Delphinidae, que vivem em ambiente aquático, tanto em água doce quanto salgada, existindo 37 espécies já conhecidas, sendo a mais comum a Delphinus delphis. Além de serem nadadores privilegiados, encantam o homem com sua capacidade de saltar até cinco metros acima da água. Podem nadar até 40 km/h e mergulhar a grandes profundidades.

Os golfinhos possuem uma inteligência privilegiada, já comprovada por estudos científicos. Treinados em cativeiro, executam uma grande variedade de tarefas, sendo algumas consideradas de grande complexidade, além de comportamentos distintos, que não tem ligação com as atividades biológicas básicas, como alimentação e reprodução.

 

Os golfinhos possuem um magnetismo especial, que encantam e despertam ternura em crianças e adultos, que se rendem a emoção, quando estão próximos ou mesmo quando são vistos no cinema ou na televisão.

Os adjetivos a eles são vários como: Eles são carinhosos, brincalhões, habilidosos no salto, cativam os humanos, são espertos enfim uma gama de palavras que refletem a energia positiva transmitida por eles. Quem já teve a oportunidade de ficar perto deles, sente uma paz indescritível, como se eles tivessem o poder de eliminar as tensões humanas.

Vivem em grupos, sendo muito sociáveis, entre eles e com os humanos, que os adoram. Se alimentam, basicamente, de peixes e lulas e podem viver entre 20 e 35 anos. As fêmeas se reproduzem com diversos machos impedindo que ela saiba quem é o pai do filhote e os machos protegem a todos porque não sabem qual deles é seu filho.

Possuem um extraordinário sentido de eco localização ou orientação por ecos que permite nadarem entre obstáculos em se machucar ou para caçar a sua presa. Seus predadores naturais são os tubarões e o homem, uma vez que em alguns países a pesca dos golfinhos ainda é permitida, principalmente no Japão, apesar de que são vendidos principalmente para a China e os Estados Unidos.

Por serem mamíferos tem respiração pulmonar o que os obriga a subirem constantemente até a superfície da água para buscar o oxigênio que precisam, razão pela qual seu sono é baseado na alternação dos hemisférios cerebrais, no qual somente um dos hemisférios se torna inconsciente enquanto o outro permanece consciente.

Os pescadores de Atum procuram os golfinhos, porque eles encontram os cardumes para se alimentarem. Aproveitam e jogam grandes redes, permitindo que os golfinhos se alimentem, recolhendo o que sobra, mas causando a morte de muitos, que se enrolam nas redes. Isto precisa ser proibido.

Muitos animais são capturados para servirem de atrações em parques aquáticos, o que diminui seu tempo de vida, porque ele tem dificuldade em viver em cativeiro. A reprodução é praticamente impossível e muitos morrem precocemente. É mais um motivo para que os seres humanos repudiem este tipo de espetáculo, pois estes animais devem viver em seu ambiente natural como acontece em Fernando de Noronha.

Outro grave problema para os golfinhos é a poluição que toma conta dos mares e dos rios dificultando a vida das espécies marinhas. É preciso conscientização e respeito pelos seres vivos, que completam a existência do homem na terra, dando sentido e beleza para a viver bem.

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.