20
Jun 13
Viver e Saber

 

As manifestações, que vem ocorrendo em todo o País, mostram claramente que o povo brasileiro cansou de tanta passividade diante dos horrores que vem acontecendo, principalmente com a corrupção, que passou a ser aceita como normal.

Mensaleiros estão soltos, alguns ocupando cargos importantes, mesmo tendo sido condenados, porque usam os benefícios da Lei branda, que amplia as possibilidades de recorrer.

Os recursos são escassos para as reais necessidades da população, mas abundantes para viagens e mordomias, pagas pelo povo, que sofre para conseguir uma consulta ou uma hospitalização. Os professores com um piso salarial ridículo trabalham, em muitas escolas sucateadas sem condições de se aperfeiçoar.

 

O incentivo a produção de carros que compromete o deslocamento das pessoas nas cidades, quando deveria ser incentivado o transporte coletivo, com a construção de metrô, como acontece nos países desenvolvidos. Mas para isso não há recursos. Para grande estádios de futebol sim.

Também a criminalidade que se tornou rotina, matando pessoas de bem, por coisas banais, como simplesmente para roubar um celular, choca e assusta ao mesmo tempo, pois isto demonstra a falta de valores morais de parte da sociedade.

Quantas famílias choram a perda de seus entes queridos, incluindo muitos jovens militares, que deixam filhos pequenos que terão que enfrentar a vida sozinhos, por ter sido negado o direito de ter um pai ao lado, morto por um marginal, que não tem nenhum objetivo na vida a não ser destruir.

A impunidade aliada a brandura das penas imputadas a criminosos, torna tudo fácil, uma das razões pelas quais os jovens matam, roubam, saqueiam, porque sabem que a punição é leve, e que logo estarão livres para continuar sua trajetória de crimes.

A carga tributária penaliza pessoas e empresas, que precisam fazer um esforço enorme para cumprir com os compromissos, que são muitos, exigindo esforço e muito trabalho para poder andar na linha.

Parece que ficou mais fácil, seguir o caminho do mal do que trabalhar, ser honesto e respeitar valores. Os marginais infiltrados nos movimentos reivindicatórios, precisam ser punidos com rigor, uma vez que destruíram os ambientes de trabalho de gente decente, por onde passaram, incluindo prédios públicos que serão restaurados com o dinheiro do povo.

Para estes é necessário punição rigorosa, até mesmo porque abusaram da liberdade concedida, como se viu em Porto Alegre, onde os marginais atacaram um carro da policia, com os militares dentro, que, por terem recebido ordem de não agir com violência, tiveram que fugir.

Isto aconteceu em vários lugares, onde policiais tiveram que recuar para não agir. E a legítima defesa onde está? Um policial pode sofrer ataques de baderneiros e não pode fazer nada?

O povo brasileiro está apoiando os protestos pacíficos, porque só o povo pode mudar este País. Os recursos precisam ser priorizados em benefício do povo. A gestão está falha e precisa ser repensada.

Como encontraram recursos para construir estádios de futebol, quando deveriam resolver os problemas de saúde, educação, segurança e transporte coletivo, indispensáveis para que o povo tenha qualidade de vida?

O aviso foi dado. A ousadia dos jovens de bem precisa receber o apoio da população, pois é a voz do povo que promove as grandes mudanças, fazendo, com que, os governantes repensem suas atitudes, sabendo que o povo está alerta.

Os baderneiros precisam ser identificados e punidos com rigor. A população precisa aprender a reivindicar e exigir os seus direitos. Se manter vigilante e sair as ruas é a palavra de ordem para o futuro. É preciso exigir uma gestão eficaz, para priorizar o que é importante para o povo.

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.