05
Jun 13
Viver e Saber

 

São comuns as queixas de profissionais de vendas com relação as cobranças exageradas e muitas vezes desumanas feitas por executivos e até mesmo pela alta direção das empresas.

Ao contratarem profissionais, entendem erradamente, que dispõe de suas vidas, não aceitando as razões que são apresentadas por eles, que justificam o não atingimento de metas, muitas vezes, por serem metas irreais, que independe da ação da equipe de vendas para atingi-las.

Alguns gerentes, mesmo após ouvir as razões apresentadas que dificultam uma venda, muitas por problemas de imagem da empresa, ou preços que não são competitivos ou mesmo por falta de qualidade do produto, se negam a aceitar, esquecendo que a solução, depende exclusivamente de ações estratégicas da empresa para despertar o interesse do mercado e não do trabalho dos vendedores.

 

Colocam toda a responsabilidade nos gerentes de vendas, de forma autoritária e muitas vezes com ameaças de demissão, caso não atinjam as metas o que só dificulta o trabalho e compromete os resultados, pois o ser humano tem limite para reagir a pressões.

A reação do gerente recai na equipe de vendedores, na mesma proporção ou até maior, porque ele sabe que perderá o emprego se as metas não forem atingidas, fazendo com que a motivação da equipe seja abalada, o que faz o trabalho ficar pesado e desgastante, interferindo na saúde dos colaboradores.

Quem escolhe trabalhar com vendas sabe que precisa buscar resultados. A pressão normal é aceita porque faz parte do jogo. O exagero, chegando até mesmo a falta de respeito, para com os gerentes e equipe, não pode e não deve ser aceito.

Existem setores onde a competição é muito grande, exigindo ações de marketing e comunicação, que preparem o mercado para a chegada dos vendedores. Um trabalho bem feito, no sentido de criar uma imagem positiva, contribui para o sucesso de vendas.

O bom senso deve prevalecer, quando existem empresas mais poderosas, com grande aceitação e domínio de mercado, por terem construído marcas fortes e conquistado clientes, que satisfeitos não tem interesse em trocar, só porque outra empresa está oferecendo seus produtos. Será preciso conquistá-los com ações que os impressionem e despertem o interesse experimentar o novo produto.

Para que isso aconteça é preciso um forte trabalho, que identifique os potenciais clientes, que deverão ser trabalhadores e conquistados, por ações de marketing incluindo o digital, que abrem caminho para o trabalho de vendas.

Não é a força ou a pressão exagerada sobre a equipe de vendas que trará os resultados. Bem pelo contrário. É a capacidade gerencial para identificar o potencial de cada um e tornar o ambiente agradável e propício para encontrarem caminhos que conquistem clientes. Isto leva um tempo, que precisa ser aceito por quem dirige e deseja vender por longo tempo e não no sufoco do curto prazo.

É comum encontrar gerentes estressados e com problemas de saúde em função do trabalho de vendas que realizam. Ninguém tem o direito de comprometer a saúde por questões de trabalho. Este, precisa ser um meio de vida e não de morte.

Por isso é importante, que a alta direção das empresa entendam, que vender é necessário e exigir produção dentro dos limites do bom senso, também. O que não pode é deixar de ouvir, quem tem contato com o mercado, e preparar a empresa para ser aceita, abrindo os caminhos para colocar seus produtos no mercado.

A consultoria viver e saber tem programas específicos, para cada caso. Entre em contato pelo e-mail: atendimento@viveresaber.com.br ou pelo fone 51-99 55 32 21 solicitando atendimento.

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.