24
Mai 13
Viver e Saber

 

O trabalho realizado com jovens, que buscam capacitação profissional, promovido por entidades reconhecidas no mercado, demonstra que a preocupação com o social, contagia a sociedade.

Também, chama a atenção, a procura dos jovens de famílias com menor poder aquisitivo, que pela necessidade de contribuir com a tranqüilidade familiar, buscam se aperfeiçoar, para conseguir estágios ou mesmo colocação permanente nas empresas.

Diferentemente dos jovens de famílias abastadas, que tem todos os privilégios possíveis e gozam das vantagens que o dinheiro proporciona, estes, ainda na adolescência já estão empenhados em obter sua independência financeira.

 

São responsáveis e demonstram maturidade, mesmo com a pouca idade, entendendo que somente com conhecimento conseguirão boas colocações no mercado, cada vez mais competitivo e exigente .

Ministrando cursos e oficinas para estes jovens, vejo com surpresa e também com satisfação, jovens que encontram tempo para buscar novos conhecimentos, demonstrando interesse em aprender, por percebem suas deficiências de aprendizado escolar.

Estes jovens são exemplos para os demais, que se jogam no vício, esquecendo os sacrifícios que os pais fizeram para lhes criar. Buscam o mais fácil, alegando traumas e problemas familiares para justificar suas escolhas. É claro, que existem aqueles, que são doentes e precisam ser tratados, o que justifica suas fragilidades e a opção que fizeram.

De qualquer forma é bom ver a juventude no caminho certo. O futuro para eles é promissor, porque já se aperceberam que para melhorar de vida é preciso conhecimento, dedicação e esforço, para conseguir um trabalho honesto, que proporcione condições de crescer profissionalmente e ser feliz na vida pessoal.

Ocupar o tempo com formação é o melhor caminho que um jovem pode percorrer. A juventude é a fase da vida, onde a ousadia, a vontade de conhecer, de se divertir, de questionar é muito grande. Todos passam por esta fase e sabem o quanto ela é importante.

O que não deve acontecer é querer viver, esta fase, além do tempo previsto, deixando de assumir as responsabilidade, que a fase adulta exige de cada um. Os jovens devem entender, desde cedo, que o tempo não volta, por isso não deve ser desperdiçado.

Podem e devem distribuir o tempo e fazer tudo o que a juventude exige e proporciona,mas não devem esquecer, que é nesta fase que o futuro é planejado. Por isso é preciso parar e refletir sobre o que deseja ser e fazer, para ter tranqüilidade familiar no futuro.

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.