12
Mai 13
Viver e Saber

 

Está na hora de virar o jogo. Não é mais possível aceitar passivamente a agressividade que tomou conta da sociedade brasileira, marcada pela violência, corrupção, problemas graves na saúde e falta de educação do povo. Há proteção exagerada para determinados grupos, enquanto a maioria paga impostos excessivos e não desfruta da tranqüilidade necessária para viver feliz.

Com isso é preciso trabalhar muito, ganhando baixos salários, que revoltam, tornando as pessoas incisivas, ríspidas, incapazes de fazer uma gentileza, tornando difíceis as relações entre as pessoas, nas ruas, no comércio e nas repartições públicas, nas relações de amizade e principalmente no trânsito.

 

É preciso mudar. Isto tudo torna as pessoas infelizes, porque sofrem ao serem agredidas com tantas coisas que acontecem no dia a dia. Na correria para chegar a tempo, uns batem nos outros e são incapazes de pedir desculpa, ou ter um gesto demonstrando que erraram.

Ser gentil com todos, saber dizer obrigado, cumprimentar uma pessoa, mesmo que seja um desconhecido, estender a mão para auxiliar um idoso, dar passagem no trânsito para os pedestres, ter cuidado com as crianças e os jovens, que precisam ter bons exemplos, são gestos que agradam, que tornam as relações melhores e as pessoas mais sensíveis e fraternas.

As mães precisam se dar conta de que para criar bem um filho é necessário realizar muitas ações como: Dar amor e estipular limites, alimentar corretamente, garantir a melhor formação escolar possível, mas principalmente prepará-los para viverem em coletividade.

É preciso combater a agressividade e colocar em prática o respeito aos demais, usando a boa educação, que deve vir de casa, pois é tarefa dos pais educarem seus filhos mostrando os caminhos a seguir , dentro da ordem, da disciplina e do amor ao próximo.

Nenhum indivíduo é uma ilha para viver sozinho e isolado. O ser humano é agregador. Ele precisa do contato com os demais para se sentir aceito e inserido no contexto social.

Para isso precisa ser um conquistador de pessoas, tarefa difícil para quem desconsidera os demais. Ser gentil e educado com todos contribui para ampliar relacionamentos, tão importantes, tanto na vida pessoal quanto profissional.

Espalhar gentilezas por todo este País é uma missão de todos os indivíduos que desejam ter uma vida agradável. Gentileza gera gentileza. O contrário é verdadeiro. Agressividade gera agressividade.

A mudança está ao alcance de todos, que tenham boa vontade e desejo de mudar para melhor. Tudo começa na família. Troquem idéias sobre isso. Tenham coragem de enfrentar os problemas, que são percebidos no lar. A melhor maneira para resolver problemas é se dar conta de que eles existem.

Copiar modelos reconhecidos no mundo todo, como acontece no Japão e muitos países europeus, onde o povo tem alto grau de civilidade e boa educação é um caminho, que pode ajudar muito. Povos educados se destacam e são percebidos por todos.

As boas maneiras e os limites devem ser ensinadas em casa. Cabe a escola dar seqüência, formando os jovens, salientando a importância da boa educação para o sucesso pessoal e profissional. O progresso será alcançado se houver ordem e disciplina, único caminho para haver respeito e prosperidade para todos.

Convido os leitores a assistirem o vídeo, abaixo, que mostra como gentileza contagia e torna as pessoas melhores.

Just watch this i am sure you will share it :))

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.