04
Mai 13
Viver e Saber

A vida em sociedade exige muito de cada indivíduo. A espontaneidade, característica própria das crianças, vai ficando para trás, porque todos vão se adaptando as regras, que o meio em que vive, aceita como correto.

Com isto, ser autêntico, verdadeiro e sem medo de dizer o que pensa, vai dando lugar a aceitar, a ceder, a se reprimir até o ponto em que percebe que deixou de ser o que era para ser um personagem, que se mostra de acordo com o ambiente em que está, simplesmente para serem aceitos.

Por isso é que muitos dizem: Como você é diferente quando está com amigos ou em qualquer ambiente fora de casa. Isto acontece, porque em casa é o único lugar onde cada um pode se mostrar como realmente é.

 

Isto é saudável?

Não. Porque ao deixar de dizer o que pensa o indivíduo, sufoca sua opinião sobre qualquer assunto, anulando sua capacidade de expor seus pensamentos, o que vai minando sua auto estima, a ponto de perder a autenticidade preocupado em dizer somente aquilo que imagina que vai agradar aos demais.

O resultado é que em pouco tempo percebe que não pode mais voltar atrás, para não desagradar os seus contatos, que já formaram uma imagem a seu respeito. Isto gera sofrimento, que pode resultar em doenças físicas, mas principalmente emocionais.

Na verdade é muito ruim e triste viver só pensando em agradar os outros. Por diversos motivos isto acontece. Um deles e talvez o que mais causa estresse é o fato de ter que conviver com pessoas, que estão sempre tristes ou que são muito exigentes e estressadas em casa ou em ambientes de trabalho.

Por necessidade e por medo de serem demitidos, os colaboradores raramente conseguem ser autênticos expondo suas idéias. Infelizmente o poder dos diretores e dos gerentes é ilimitado. Poucos se dispõe a ouvir os seus colaboradores que precisam demonstrar que aceitam tudo o que é falado e fingir que estão satisfeitos, mesmo com desmandos ou pressões desmedidas.

O resultado deste comportamento vai aparecer, após algum tempo, na saúde, pois é impossível, aceitar tudo passivamente, sem poder externar suas idéias ou discordâncias. Ao sofrer calado, cada indivíduo vai semeando em sua mente o descontentamento, a fragilidade e a insegurança, a ponto de se anular por completo, para poder agradar.

A repressão de sentimentos, ideias e emoções, geram problemas como dor de cabeça, nervosismo, falta de paciência, problemas digestivos, tonturas e principalmente desconfortos na coluna, que levam a tratamentos que nem sempre são agradáveis, afastando do trabalho e do convívio salutar com amigos, que todos precisam ter.

A insegurança, que impede a pessoa de tomar a decisão de mudar, também é nociva, pois altera, ainda mais, o comportamento, impedindo-a de ser alegre e divertida, para conviver em harmonia com todos, encontrando soluções para os problemas que surgirem.

É preciso que cada um reflita sobre isso e encontre forças para não aceitar estas imposições, que é uma forma de escravidão, das mais cruéis, pois é o próprio indivíduo, que se escraviza, para agradar os demais.

Isto acontece, também nas famílias, onde muitas vezes os pais, mesmo que na ânsia de proteger, não permitem que os filhos cresçam emocionalmente. Não se dão conta, de que ao não permitir que eles vivam e decidam sobre suas próprias vidas, os tornam dependentes e frágeis para enfrentar os desafios profissionais.

Conquiste e se relacione com pessoas, que lhe aceitem sem querer mudá-lo, mas não deixe de ser autêntico. É importante ter amigos sinceros e verdadeiros para depositar confidências, pois precisamos confiar em alguém, para aliviar as tensões, que geram problemas de saúde, sem precisar criar um personagem para isso.

Faça um esforço para não cultivar tristezas, mágoas, e amarguras. Viva alegre, feliz e seja verdadeiro consigo e com os outros. Perdoe sempre por mais difícil que possa parecer. Vivendo desta forma a saúde estará preservada. Não esqueça que o amor é o único caminho que leva ao entendimento.

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.