26
Mar 13
Viver e Saber

 

A procura pela formação técnica vem crescendo vertiginosamente no Brasil nos últimos anos. Os jovens se conscientizaram da importância de ingressar no mercado de trabalho com qualificação, visando garantir emprego e salário.

Um dos pontos fortes dos cursos técnicos, que em média tem duração de um a dois anos, é a certeza de conseguir emprego, ainda durante a realização do curso, com bons salários e a garantia de uma carreira promissora, em função da necessidade de pessoal técnico na Indústria e nas empresas.

É importante ver que o foco da atenção dos jovens está se voltando para a formação técnica, tão valorizada na Europa, destacando a Alemanha, onde 53% dos jovens, entre 15 e 18 anos, conciliam o ensino técnico com o ensino médio.

 

O mesmo acontece em países como Estados Unidos, Japão e tantos outros. A realidade mostra que para jovens de famílias, que não dispõe de grandes recursos, a formação técnica é uma grande solução, pois qualifica o profissional para vagas de empregos que sobram no mercado.

A idéia que predominava, de que a universidade é o único caminho para uma carreira profissional de sucesso, vem perdendo forças, nas classes menos favorecidas, que se aperceberam, que a formação técnica é mais rápida, garante empregos e bons salários, resolvendo o problema de inúmeros jovens e suas famílias.

72% dos jovens e demais profissionais que concluem o curso técnico, tem emprego garantido logo que terminam o curso, garantindo um salário 24% superior aos demais, além de promoções para aqueles que apresentarem alto desempenho nas tarefas executadas, segundo pesquisa feita pelo SENAI.

Como a oferta de vagas é grande e não estão sendo totalmente preenchidas em muitas áreas, a cada dia surgem novos cursos técnicos, que procuram formar novos profissionais, para atender esta demanda.

Esta é uma realidade importante, pois um País precisa muito de profissionais técnicos qualificados, para atuar em atividades essências para a população, sendo valorizados e respeitados pela importância do que realizam.

O salário inicial de um técnico é de R$1.600,00. Dos que fazem o curso técnico 42% continuam seus estudos regulares, sendo que a Indústria ocupa 18% destes profissionais.

Hoje são 3 milhões de alunos nos cursos técnicos no Brasil. Até o ano de 2015 o Brasil precisa formar 7 milhões de profissionais, para atender a necessidade do mercado, tanto para as Indústrias quanto para as empresas em geral.

É inteligente optar por um curso técnico que garante uma profissão e salário justo, para manutenção pessoal e familiar, construindo uma carreira, que poderá ser enriquecida com um curso superior no seu devido tempo, sem sacrificar a família com o alto custo das Faculdades.

Este é um caminho, que precisa ser cada vez mais, incentivado pelo Governo, proporcionando oportunidades, para os jovens de baixa renda, terem uma profissão sem precisar de ajuda financeira.

Formar pessoas proporcionando conhecimento e oportunidades é a melhor política, como diz o ditado: Não dê o peixe, ensine a pescar.

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.