13
Ago 11
Imprimir
Viver e Saber

 

O site VIVER E SABER foi procurar resposta para esta pergunta, junto a um grupo de pais reunidos para um encontro fraterno entre amigos.

 

Ao fazer a pergunta, imediatamente começaram a surgir opiniões, todas elas com o mesmo significado. Todos querem que seus filhos sejam bem formados, que tenham segurança nas escolas e que tenham prazer em ir para a escola.

Temos defendido a idéia de que muitos alunos não gostam de ir para a escola, alegando uma série de problemas como: A aula é chata e cansativa, muitos professores não são agradáveis nem simpáticos e principalmente as matérias Estudadas não atraem os alunos.

Há ainda, um ponto em comum entre todos, que a escola precisa se modernizar para atender os anseios dos jovens, que em função do conhecimento que possuem através da Internet, tão insipiente nas salas de aula, faz com que os estudantes não sintam vontade de ficar ouvindo um professor, que muitas vezes não tem Didática e muito menos boa comunicação para atrair a atenção dos jovens.

Como fazer para resolver isto?

A pergunta foi respondida da mesma forma, com a mesma franqueza das anteriores. Os pais acreditam que a escola precisa inovar.

Este pensamento tomou conta do grupo e muitas sugestões foram dadas, entre elas a utilização de meios eletrônicos para atrair os alunos e o treinamento de professores como é feito nas empresas, preparando-os para saberem se comunicar com entusiasmo.

Neste ponto uma das mães presentes levantou a seguinte questão: Como ter entusiasmo, com escolas que apresentam carências em várias frentes e com salários tão baixos como o que ganham os professores?

A resposta está num novo modelo de gestão da educação.

É preciso repensar a escola com olhos voltados para atender as necessidades dos jovens, que hoje tem acesso direto as informações via Internet e por isso estão muito mais exigentes do que as gerações passadas.

É preciso fazer com que as escolas sejam um lugar agradável e acolhedor e não mais um lugar onde, o excesso de exigências faça com que os alunos se sintam pressionados e sintam-se desestimulados a estudar. Acabam fazendo porque são obrigados, mas não por entender que ali está o futuro que precisam construir.

O PROJETO LIFE visa esta transformação. Fazer da escola um lugar de união, onde alunos e professores tenham um diálogo permanente, onde a Direção não se esconda em uma sala e não se comunique com os alunos. Estudar signifique futuro com prazer e alegria.

Este projeto está a disposição de todos os interessados. Tanto para escolas já existentes quanto para quem desejar investir em Educação

Adelino Cruz