05
Mar 13
Viver e Saber

 

A Tecnologia está presente em todas as atividades, agilizando as informações e os processo, tornando a comunicação, cada vez mais democrática, facilitando a vida das pessoas, dos negócios e das empresas.

Também, já está presente nas salas de aulas, motivando professores atualizados e que entendem os benefícios para uma comunicação efetiva com os alunos, apesar de haver o grupo que rejeita esta inovação, por medo, preconceito ou por desconhecer e não querer se atualizar.

 

Esquecem que é impossível barrar inovações tecnológicas, fruto de muitas pesquisas, feitas pelos grandes laboratórios do mundo, com investimentos vultosos que mudaram a vida no planeta terra.

As pessoas que já viveram mais, lembram que há quarenta anos atrás não existiam as facilidades, que existem hoje, fruto do trabalho, do estudo e da visão daqueles que levaram o homem a lua.

Este fato, fez com que fossem desenvolvidas pesquisas, para viabilizar o projeto de descobrir vida em outros planetas. Foram criados, produtos especiais, que validaram esta iniciativa, fazendo com que o mundo parasse na noite de 20.07.1969, para ver o comandante da missão Apollo 11, Neil Armstrong, o primeiro homem a pisar na lua.

O desenvolvimento de tecnologias especiais não parou mais. Vivemos uma era onde descobertas são feitas a cada momento, tornando melhor a vida das pessoas, o que leva a pensar como estaríamos vivendo, nos dias de hoje, se não fosse a tecnologia, que modifica, transforma e agiliza, principalmente a comunicação.

Por isso é impossível pensar em educação, em formação de pessoas, sem a valiosa contribuição da WEB, que liga os países, globalizando a economia e tornando possível um mundo melhor para todos.

A escola por ser um ambiente de transformação e de ensino não pode prescindir da Internet que une pessoas, cidades, estados e países. Colocar os riscos e perigos que os alunos tem ao navegar na rede é negar , o grande objetivo de ensinar e formar.

Os perigos estão em todos os lugares e se deve a criminalidade, que anda solta pelo País. Existem meios disponíveis, para bloquear o que não deve ser visto, dependendo da faixa etária dos jovens. Como formar para o futuro deixando de lado a tecnologia disponível e que está presente em todos os locais?

É preciso rever posicionamentos, preparando os professores para utilizarem corretamente a WEB, ensinando aos alunos o que é certo ou errado. Proibir, ou impedir é o caminho mais fácil e contraria o momento em que vivemos.

Todo o problema da educação brasileira está centrado, na falta de formação continuada dos professores, que se desatualizam e por falta de condições financeiras, em função dos baixos salários, não conseguem acompanhar as atualizações que precisariam para serem os professores do futuro.

Parabéns as iniciativas, tanto de governos, quanto de escolas privadas, que investem em tecnologia e preparam os jovens para assumir o comando do mundo num futuro próximo.

O Brasil já é quinto pais do mundo em número de computadores, apesar de ainda não ter atingido o mesmo lugar em conexões de banda larga, que são onerosas, tanto para a implantação, quanto impossível para as classes menos favorecidas.

É urgente a necessidade de um curso nacional de formação continuada para professores, totalmente gratuito e ministrado pelas Universidades Federais, atualizando-os para que possam acompanhar o desenvolvimento tecnológico, que não tem como impedir de avançar.

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.