21
Jan 13
Viver e Saber

 

Já virou rotina na vida das pessoas o mau atendimento prestado por muitas empresas, em todo o Brasil, demonstrando que só existe a preocupação em vender, sem ter nenhum cuidado com o pós venda .

O mau atendimento irrita os clientes, que perdem muito tempo para conseguir atendimento, o que é contrário a lei, que determina o tempo máximo de espera, comprometendo a imagem das empresas junto ao mercado.

 

É lamentável que a área de atendimento nas empresas, ainda não mereça uma atenção especial, dos empresários, uma vez que ela é a porta de entrada para conquistar clientes.

Clientes bem atendidos e satisfeitos recomendam a seus amigos que comprem naquele local, indicando muitas vezes o nome do gerente ou de algum funcionário que o conquistou, demonstrando boa vontade em atender bem seus clientes.

Clientes mal atendidos, ao contrário, falam mal da empresa, dos funcionários, dos produtos e garantem que naquela empresa não voltam mais. Fazem questão de contar, em qualquer lugar que estejam, o problema que tiveram e as dificuldades que encontraram para resolvê-los.

As redes sociais apresentam com freqüência situações relatadas por clientes insatisfeitos que normalmente apresentam as dificuldades encontradas, para solucionar um problema, conforme segue:

1 – Tempo de espera para ser atendido.

2 – Os atendentes quando recebem a reclamação, já demonstram descontentamento, seja no tom de voz ou mesmo na maneira como argumentam.

3 – Seu problema será enviado para a área X. Isto é ganham tempo.

4 – O problema está com a empresa terceirizada, como se eles não tivessem nada a ver. Esquecem que eles tem responsabilidade sobre as parcerias que fazem.

5 – Muitas empresas quando recebem reclamações pelas redes sociais deletam a reclamação, em vez de ligar para o cliente e buscar uma solução.

6 –Outros marcam hora para virem até a residência do cliente. Não chegam no horário marcado, fazendo o cliente ficar de plantão esperando.

7 – A empresa não registra o fato que o cliente não foi atendido. O cliente precisa ligar novamente e marcar novo horário, quando deveria receber um pedido de desculpas e ser o primeiro a ser atendido em outro horário.

8 – Muitos não trazem todas as ferramentas necessárias e ficam a todo momento pedindo se o cliente tem para emprestar. O cliente corre de um lado para outro tentando encontrar as soluções para que ele realize o serviço.

9 – Muitos já começam o trabalho dizendo que não podem pegar coisas pesadas. Por que trabalham com coisas que exigem esforço braçal?

10 – Cancelamentos ou reparos viram caso de policia.

É lamentável que tudo isso e muito mais, ainda aconteça num País que pretende ser desenvolvido. Vamos copiar os bons modelos existentes em diversos países do mundo, onde o cliente não tem nenhum desgaste quando faz uma reclamação.

Não esqueçam de procurar o PROCON e registrar a reclamação. É um órgão muito eficaz, que está a disposição de todos os consumidores.

Existem hoje, no mercado, várias consultorias especializadas, nesta área, que podem ajudar as empresas, resolvendo estes problemas. O custo do trabalho é pequeno perto do custo da perda de clientes.

A Consultoria Viver e Saber desenvolveu um programa específico para resolver estes problemas. Faça contato pelo e-mail: atendimento@viveresaber.com.br ou pelos fones 51-99 55 32 21 ou 99 78 90 20.

 

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.