15
Dez 12
Viver e Saber

 

Se você não concorda com os preços que estão sendo cobrados para estacionar um carro, compartilhe este artigo no Facebook e demais redes sociais, para que haja uma mobilização, no sentido de disciplinar esta atividade.

É urgente a necessidade de uma lei que normatize o funcionamento dos estacionamentos nas diversas cidades brasileiras. A exploração está solta e cada um cobra o preço que mais lhe convém.

 

Por ser um serviço que todos utilizam e que se tornou imprescindível, em função da dependência do carro, para tudo que se faz, os preços são empurrados “guela abaixo” sem que haja reação dos consumidores.

Como não existe transportes coletivos suficientes e de alta qualidade, um erro imperdoável dos governantes, que permitem que as montadoras de carros, encontrem no pais um ambiente totalmente favorável, para encher as ruas de carros, obrigando os usuários a utilizar um transporte que está longe de ser ideal, todos são obrigados a usar carros particulares, que estão tornando o trânsito insuportável, não só nas grandes cidades mas também nas cidades do interior.

O transporte ferroviário foi abandonado, em grande parte das cidades brasileiras, há muito tempo, numa demonstração evidente de interesses outros, comprometendo a locomoção de milhões de pessoas.

Por que será que o trem, ainda hoje é muito utilizado nos países europeus? Deve ter uma boa razão que justifique e que contrarie aqueles que falam dos altos custos das ferrovias.

Também não é aproveitado, como deveria e em larga escala, o grande potencial existente no Brasil para o transporte fluvial. Os rios são mais utilizados para depósito de lixo, do que para exercer uma das suas finalidades que é transportar pessoas.

Por tudo isso e muito mais, a população está na dependência dos carros subjugados a vontade de muitos exploradores, que se aproveitam desta situação para explorar quem trabalha e precisa utilizar todos os serviços relacionados ao uso do carro.

Não é possível, para quem é trabalhador pagar os valores que são cobrados, para manter um carro em lugares, que os usuários precisam estar, por força de trabalhos ou mesmo compromissos pessoais, como ir a um médico, dentista, ou qualquer outra coisa que precisa fazer, uma vez que nas ruas não existem pontos suficientes, demarcados para esta finalidade.

É preciso que os Prefeitos encontrem uma solução, que favoreça a população, com estacionamentos públicos, com preços justos, de acordo com os salários, que em geral são baixos.

O que agride o consumidor é ver a exploração correr solta sem poder fazer nada, a não ser pagar e ficar revoltado, por sentir que está sendo explorado e não ter como resolver o problema.

A população, também não tem culpa pela opção que o Pais fez pelo transporte rodoviário. Se ele está criando tantos problemas é preciso encontrar soluções que impeçam a exploração, que compromete o bem estar da população.

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.