22
Out 12
Viver e Saber

Muitas são as causas que explicam um atendimento mal feito. Uma delas está ligada a problemas emocionais que dificultam a vida de muitos atendentes, que não conseguem se doar aos outros ou mesmo fazer novos relacionamentos.

Nestes casos nenhum treinamento resolverá, porque na verdade a pessoa precisa ser tratada por médicos ou psicólogos, que tem condições de identificar a causa do problema.

 

As empresas precisam estar atentas a isso, tomando todos os cuidados possíveis na hora da contratação, que deve ter sempre consultorias especializadas, que possuem no seu quadro funcional profissionais habilitados para minimizar este problema.

 

 

Identificar e tratar, cada caso, revela comprometimento da empresa com os clientes, pois ao ter esta preocupação estará eliminando a possibilidade de atritos permanentes, que comprometem a imagem e impedem a solução de problemas, que seriam facilmente resolvidos.

Muitas empresas alegam problemas de custo para manter este tipo de assessoria, esquecendo que o custo maior é a perda de clientes e a insatisfação interna dos profissionais, quando identificam colegas, que a cada dia realizam seu trabalho com dificuldade, comprometendo toda a equipe, com as criticas constantes de clientes.

Os clientes ao serem mal atendimentos, imediatamente reagem por conhecerem seus direitos, que estão protegidos por lei. Atendimento mal feito é um problema para a empresa e para quem atende. Precisa ser identificado, tratado e eliminado.

Ao terem que usar a lei para resolver problemas, sentem-se prejudicados e ofendidos, o que faz com que demonstrem suas insatisfações, com discussões que perturbam e comprometem os resultados esperados, impedindo uma boa relação com a empresa.

Ninguém ganha com mau atendimento. Tanto empresas, quanto profissionais que atuam nesta área precisam estar cientes da importância de suas ações e do quanto é importante conquistar e manter clientes.

De nada adianta investir em estruturas modernas, em sistemas informatizados se não houver uma consciência de que atender bem é um dever, uma obrigação e ao mesmo tempo uma maneira de fidelizar clientes, que garantirão o sucesso de qualquer organização.

Aos profissionais que decidem trabalhar com atendimento sugerimos uma reflexão no sentido de buscar ajuda quando sentirem que não estão conseguindo realizar um bom trabalho.

Agindo assim, além de eliminar problemas pessoais, que provocam um mau atendimento, estarão adquirindo uma qualidade de vida melhor, sendo aceitos e respeitados por todos.

 


Comentarios (1)

RSS Comentario Feed
Parabéns
0
Parabéns pela essência da matéria. Precisamos de empresas solidas que possam nos ajudar a construir uma forma de alcançar a excelência em atender bem nossos clientes
Claudineia , outubro 23, 2012

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.