13
Ago 11
Viver e Saber

Porque na realidade ela nos os vê como clientes. O pensamento é diferente do que ocorre nas empresas. As escolas por tradição educam os alunos para prepará-los para a vida. O enfoque é educar, ensinar.

 

Muitas já se aperceberam que precisam modificar sua maneira de pensar e agir em função das grandes transformações que ocorrem no mundo moderno.

Uma escola não sobrevive sem os alunos, que na realidade são os seus primeiros clientes. Logo após vem os pais, os maiores clientes, pois eles é que pagam os valores que são necessários para a escola prosperar.

As mudanças no mundo estão ocorrendo em todas as frentes. Nas escolas não será diferente. Precisam rever seus conceitos.

O mundo mudou e a interatividade bem como a inovação são indispensáveis. Junto com elas vem uma nova postura dos diretores e professores, que precisam estar disponíveis para receber e tratar com muito prazer os seus clientes, que são os pais e alunos que estão na escola e podem contagiar outros amigos, para que venham matricular seus filhos num local onde são muito bem tratados.

Já se foi o tempo em que os principais dirigentes ficavam escondidos em suas salas. Hoje eles precisam estar atentos e prontos a receber e abrir novos relacionamentos, pois esta atitude garantirá a continuidade da escola e o sucesso da mesma.

O que os pais, em sua grande maioria desejam, é que seus filhos sejam bem tratados e que seus limites e suas potencialidades sejam também trabalhados. Entendem que para isso precisa haver um envolvimento de todos que atuam nas escolas. Afinal os pais investem e esperam que a escola os ajude na formação de seus filhos.

Existem sim os canais para contatos que nem sempre são aqueles que os pais desejam. É preciso afastar qualquer dificuldade de contato com os integrantes da escola, bem como permitir que pais e professores interajam para encontrar caminhos que levem a superar as dificuldades dos alunos. A educação de uma criança ou de um jovem precisa contar com o esforço de todos.

É preciso mudar. As escolas precisam se posicionar como empresas voltadas para o mercado e para os clientes, que são os pais e alunos. Tratá-los com respeito, atenção e principalmente ouvi-los é uma necessidade no mundo interativo em que vivemos, onde a opinião das pessoas é vital para a continuidade das Instituições, entidades e empresas. Sejam elas, elogios ou criticas, todas devem ser bem recebidas. Através das criticas muitas melhorias podem ser feitas.

Assim como os executivos nas empresas, estão em permanente treinamento buscando aprimorar seus conhecimentos, o mesmo deve ser feito nas escolas. As direções e o corpo de professores precisam ter em mente que seus alunos são seus principais clientes. É preciso estabelecer um diálogo permanente na busca do melhor relacionamento possível.

Muitas mudanças precisam ser feitas como: Garantir a melhor segurança possível aos alunos, criar um clima respeitoso, mas alegre e descontraído para que os alunos se sintam bem na escola, evitar pressões excessivas com notas nas provas, tratar de forma diferente as diferenças de temperamento e capacidade, aproximar as empresas das escolas e muito diálogo e afetividade nas relações interpessoais.

Por outro lado os pais e alunos precisam respeitar a escola e os professores e também ter uma postura educada e gentil na busca do melhor relacionamento possível. Cabe aos pais impor limites para que os filhos sejam educados e respeitosos ao solicitar o que desejam. É preciso que os alunos entendam que escola é lugar para se desenvolver como agentes do futuro.

Escola, professores, pais e alunos precisam juntos conversar e descobrir novos caminhos que levem a uma vida tranquila rumo ao saber.

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.