28
Ago 12
Viver e Saber

Em solenidade realizada ontem a noite no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, com a presença da Presidente do Brasil Dilma Rousseff, quinhentos alunos de escolas públicas brasileiras receberam medalhas de ouro, prata e bronze, em função de seus desempenhos na Olimpíada Brasileira de Matemática das escolas públicas.

Pela importância que a matemática tem na vida de todos os indivíduos este evento precisa merecer, cada vez mais, a atenção de todos, pois representa o que há de mais importante para a cultura e para o desenvolvimento do Brasil.

 

A Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) organizou em 1979 a 1ª Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM).  Ao longo destes anos, passou por diversas mudanças em seu formato, mantendo a idéia central que é:

1 - estimular o estudo da Matemática pelos alunos.

2 - desenvolver e aperfeiçoar a capacitação dos professores.

3 - influenciar na melhoria do ensino.

4 - descobrir jovens talentos.

Apesar da participação de grande número de escolas, que inscrevem representantes nas olimpíadas é preciso tornar obrigatória a participação de todas, incluindo as particulares, pois este é um parâmetro importante para medir o aprendizado da matemática, tão deficiente em termos de ensino.

Como os próprios alunos, que receberam as medalhas salientaram, é preciso haver investimento e estímulo aos professores, para que se dediquem a ensinar, mostrando que é possível aprender.

Muitos professores assustam os alunos e não tem nenhuma consideração com aqueles que apresentam dificuldades, tornando-os cada vez mais, distante de um aprendizado que é essencial para a vida.

Parece que muitos professores sentem um prazer enorme em dificultar em vez de facilitar. Conheço o caso de uma professora que mandou o aluno desistir. É certo que esta senhora não poderia jamais ser professora, pois um professor nunca poderia dizer algo tão estúpido.

A comovente cerimônia realizada ontem, onde quinhentas crianças talentosas recebiam suas medalhas, faz pensar porque o governo brasileiro não fornece bolsas de estudo em tempo integral em escolas especiais para estes talentos continuarem seus estudos, onde seriam preparados para serem os professores de matemática do futuro?

Fica a sugestão para o Dr.Claudio Landim coordenador geral da Olimpíada Brasileira de Matemática, para que tome esta iniciativa, se achar correta.

Sem dúvida alguma ajudaria a resolver o maior problema dos alunos brasileiros, que é a falta de professores capacitados e com habilidade especial para entender as dificuldades dos alunos. Este é o melhor caminho para o desenvolvimento de um país.

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.