21
Jul 12
Viver e Saber

Os jovens precisam despertar para buscar o conhecimento necessário para serem competitivos no mercado de trabalho e também para adquirir cultura, indispensável para uma vida de sucesso.

A apatia que toma conta de muitos jovens e o desinteresse pela leitura está formando uma geração que apenas sabe o básico, tendo dificuldades, até mesmo para escrever um bilhete para um amigo.

 

É um total desinteresse pela língua de origem, indispensável para uma boa comunicação. Até mesmo cumprimentar uma pessoa passou a ser uma dificuldade, uma vez que poupam palavras e quando emitem algum som é gutural, quase inaudível, tornando o ato confuso e preocupante.

Educação vem de casa. De nada adianta culpar as escolas, que também tem a sua parcela de culpa, porque se exige pouco de atitudes comportamentais, exigindo apenas o conhecimento repassado através dos conteúdos ministrados em sala de aula.

É preciso muito mais para formar e preparar um jovem para os desafios do futuro. Tanto pais quanto professores precisam exigir que os jovens tenham sociabilidade, participando de encontros, visitas e conversas com amigos, mesmo que sejam de idades diferentes.

Parece que falar com uma pessoa mais velha é um pecado. Os jovens fogem disso e dizem abertamente que não tem interesse nesse tipo de conversa. Esquecem que é uma forma de aprendizado ouvir histórias ou mesmo relatos de fatos importantes que os mais velhos conhecem, até mesmo porque muitos deles foram vivenciados e guardam a memória viva do acontecimento.

Os jovens se voltaram totalmente para os jogos passando horas e horas na frente do computador, onde o único dialogo que acontece é com a telinha. As imagens que aparecem, e que não respondem, torna-o solitário onde apenas o monólogo acontece, quando deveria haver dialogo que aguça a inteligência e melhora a argumentação.

Isto faz parte da vida moderna e da evolução dos tempos, mas não pode ser assim. É preciso ter horários para diversas atividades durante o dia, evitando a concentração em uma única atividade, onde a prática de esportes é vital para os jovens.

É preciso, ainda, que pais e professores exijam um tempo para leituras. Somente através da leitura será possível conhecer mais, além do que os conteúdos escolares ensinam. Lendo conhecem mais e desenvolvem a capacidade de escrever, pois tendo conhecimento de diferentes assuntos, os argumentos brotam com facilidade.

As escolas precisam despertar o interesse pela leitura, não indicando um ou outro livro para que os alunos leiam, mas sim trabalhando a leitura em sala de aula, fazendo com que aprendam a ler em voz aula, o que facilita a dicção e prepara para o campo profissional, onde fatalmente participarão de reuniões e encontros empresariais, onde deverão saber fazer uma apresentação.

Os pais em casa devem ler junto com seus filhos no mínimo um pequeno artigo por dia, pois isso cria o hábito da leitura. Comentar em família um assunto também desperta e favorece o aprendizado.

Não dá mais para os pais se omitirem entregando para a escola a total responsabilidade pela educação de seus filhos. Cada um precisa fazer a sua parte, para que os jovens tenham sucesso na profissão que escolherem, que exigirá conhecimento e cultura geral.

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.