01
Jul 12
Imprimir
Viver e Saber

Hannover é a capital e a maior cidade do estado da baixa saxónia na Alemanha. Sua população é de seiscentos mil habitantes e local de grandes feiras internacionais que a consagraram como cidade de grande desenvolvimento econômico.

Sediou a exposição mundial Expo 2000, uma vez que possui a maior área de feiras e exposições do mundo, onde se realiza a maior feira de tecnologia da informação, a maior feira da indústria e a parte dos veículos comerciais da maior feira internacional de veículos. Em função disso possui um grande aeroporto, por onde circulam milhares de pessoas que visitam a cidade para participar de feiras ou mesmo para fazer turismo, em função de sua rica história, das belezas naturais e de um progresso visível a cada quadra que se visita.

Restaram poucos prédios antigos e históricos em função da cidade ter sido quase que totalmente arrasada com os bombardeios que sofreu durante a segunda Guerra mundial. Estes são de uma beleza extraordinária revelando o cuidado que havia com as construções em função da época e também do frio, que exige que as casas sejam muito bem construídas.

Um belo exemplo é o prédio da Prefeitura da cidade, localizado em ponto estratégico e rodeado por um parque com muito verde e muita beleza. Neste local se realizam muitos casamentos, sendo comum ver mais de um casamento no mesmo dia e os noivos junto dos familiares e convidados circulando e tirando fotos ao ar livre, bem diferente do que estamos acostumados a ver no Brasil, onde as festas têm sido cada vez mais sofisticadas.

Os alemães tem a fama de ser disciplinados, trabalhadores e educados. Isto se confirma quando se visita uma cidade como Hannover. Há um respeito muito grande pelas pessoas mais velhas e uma calma nas conversas que contagia. É a certeza e a segurança que existe por viverem na maior economia da Europa, que faz com que tenham confiança no futuro. Isto gera tranquilidade para todos.

Neste momento em que a Europa passa por dificuldades, os alemães com quem conversei tem algumas preocupações com a crise, pois nunca passaram por este tipo de dificuldade após a Guerra, quando reconstruíram o País e passaram a ter uma vida de progresso. São ciosos de suas responsabilidades, mas desejam que haja severidade com relação a gastos, pois entendem que a vida deve ser sóbria, com muita honestidade e trabalho.

É um povo exemplar, pois ao visitar a cidade de Hannover e ver os inúmeros lugares reconstruídos após a Guerra, uma vez que os bombardeios destruíram 95% da cidade e sentir o quanto sofreram e superaram seus traumas de Guerra, dá para se ter uma ideia da força deste povo. Alguns poucos prédios ficaram intactos e outros semidestruídos continuam de pé, para que as novas gerações não se esqueçam dos horrores por que passaram.

Apesar de toda a história de sofrimento em função da Guerra, as pessoas demonstram alegria de viver. Tive o prazer de participar do aniversário de minha sobrinha Berbel e ver o quanto primam pela felicidade, pela alegria e simplicidade, demonstrando prazer em cantar livremente, homenageando e participando ativamente da organização da festa e transmitindo muita atenção e carinho a homenageada.

Foi mais uma cidade visitada que proporcionou conhecimento e muitas alegrias.

Veja mais fotos: