24
Jun 12
Viver e Saber

Viajando e conhecendo cidades importantes do mundo como no Canadá, pode-se ver que é possível construir ou transformar uma cidade, fazendo dela uma fonte de receitas através do turismo.

As pessoas que viajam, querem ver e conhecer lugares novos, atrações que as tornem mais felizes, fatos históricos transformados, através da criatividade, em conhecimento fácil e simples de absorver e principalmente segurança para ir e vir sem serem perturbados. Tudo isto é possível dependendo da iniciativa, da criatividade e da capacidade de investir para depois colher os frutos.  As prefeituras, quando tem atitudes proativas e entendem a importância do turismo e a possibilidade de ter recursos advindos delas, tudo fica mais fácil e a cidade ganha em importância através das visitas permanentes que enchem os hotéis e garantem o bom funcionamento das demais atividades do local.

Infelizmente, em muitas cidades os dirigentes acham que fazendo pequenas promoções ou mesmo construindo coisas pequenas vão atrair turistas. Não é assim, porque com o passar do tempo as pessoas que viajam se acostumaram a ir conhecer lugares onde existem coisas interessantes, ou construções significativas como a recente construção da torre mais alta do mundo construída no Japão. Já são milhares de pessoas que aguardam em lista de espera para ter a oportunidade de subir aproximadamente 600 metros de altura e poder ver a cidade do alto.

Mesmo no Rio de janeiro, na Bahia, em gramado no Rio grande do sul e tantos outros exemplos o turismo é uma realidade que atrai milhares de pessoas, que pagam valores que não são baratos, porque estão de férias, estão em viagem e tem recursos para gastar e querem curtir a vida, com tudo que ela tem de bom, agradável e diferente.

Muitas outras cidades, entretanto, fazem muito pouco ou nada para atrair turistas. Com isto a cidade fica sem atrações públicas, vivendo uma rotina cansativa, porque são sempre as mesmas coisas, deixando a própria população do local, sem novas opções.

Como os governos municipais não investem e não são criativos para transformar o que possuem, visando atrair o turismo internacional ou mesmo de outros estados do País, o que se vê são pequenas iniciativas, que não são divulgadas ou trabalhadas corretamente através de um plano de marketing, ficando limitadas aos moradores do próprio local.

O que se vê nas cidades que possuem um turismo expressivo, são transformações de fatos históricos em obras de arte, com explicações que encantam os visitantes, ou monumentos que refletem uma época ou um acontecimento, devidamente cuidados e com pessoal especializado para conduzir as visitas, que encantam a todos.

Um belo exemplo disso existe na cidade de Quebec no Canadá, onde pintaram numa parede de um prédio, todas as figuras importantes que fundaram a cidade. O local é ponto obrigatório de visitação, onde os turistas além de tirar fotos, leem num painel, devidamente numerado, quem é o personagem e o que ele representa para o local. Muitos fazem questão de tirar fotos de recordação simplesmente chegando perto do personagem que está mais próximo do piso.

Não pode ser mais simples e ao mesmo tempo tão eficaz, porque ao visitar aquele local, os bares e as pequenas lojas de souvenires, tem a oportunidade de captar recursos para também investir em seu próprio negócio.

Fica o alerta para os governos municipais buscarem ajuda visando transformar seus municípios em polos turísticos, atraindo pessoas e recursos para proporcionar ao povo melhorias em sua qualidade de vida.

VIVER E SABER CONSULTORIA é uma empresa preparada e especializada para planejar e assessorar , através da própria história do local, um caminho que leve ao sucesso turístico, envolvendo a comunidade, tornando-a parceira destas iniciativas. Faça contato e tranforme a sua cidade.

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.