18
Jan 12
Viver e Saber

Nunca se falou tanto nos problemas da educação brasileira como nos dias de hoje.

Há necessidade urgente de transformação nos currículos escolares visando atender a um novo perfil de alunos, familiarizados com as modernas tecnologias. Há também necessidade de inseri-los nos debates sobre:

 

 

  • meio ambiente
  • educação para o trânsito
  • alimentação saudável
  • qualidade de vida
  • escolha da profissão
  • relacionamentos
  • Doenças
  • Como enfrentar o futuro

Os alunos querem muito mais:

  • ser ouvidos
  • participar
  • expor suas idéias
  • avaliar professores
  • elaborar projetos
  • trabalhar em grupos
  • ser apenas orientados pelos professores
  • trabalhar em cima de soluções problemas
  • descobrirem os caminhos através de pesquisas

As escolas preocupadas em cumprir o currículo oficial esquecem que o mundo mudou e novas exigências surgem a cada momento. Os conteúdos repetitivos continuam sendo ministrados, na maioria das vezes através de aulas expositivas, cansativas para jovens dinâmicos, adeptos da Internet com informações precisas sobre qualquer assunto

Os jovens possuem um conhecimento que muitos adultos não tem, pois eles fazem parte desta nova geração que tem uma visão diferente , voltada para a tecnologia, que facilita, que simplifica e agiliza todos os processos. São adeptos da mobilidade e detestam ficar muito tempo parados.

Não dá mais para ficar fazendo trabalhos com folha de cartolina ou isopor para levar para a professora aprovar. É preciso introduzir o método de solução de problema, onde o aluno pesquisa, participa, troca idéias, se envolve totalmente e encontra uma resposta. Isto é um desafio para ele. Isto o motiva. Isto o ensina a pesquisar e não decorar.

É preciso criar projetos esportivos atraentes, competitivos que envolvam os jovens e não apenas uma aula de educação física ou aula de música, onde os alunos não ouvem um som e sim estudam pelo caderno. É muita falta de criatividade.

É preciso criar orquestras, conjuntos, ensinando a tocar um instrumento, como tantos projetos já existentes.

O Maestro Túlio Jaconi, formou a orquestra sinfônica jovem do Rio Grande do Sul com jovens carentes e que hoje são um sucesso para as famílias e para o Estado.

O ensino de línguas estrangeiras é outro desafio. Dificilmente um aluno sai da escola falando outro idioma. No mundo globalizado falar outros idiomas é uma necessidade, pois o mundo está interligado. É necessário encarar estas lacunas e preenchê-las rapidamente para termos jovens bem preparados para enfrentar os desafios do futuro.

Para que tudo isso aconteça a maior mudança terá que acontecer com os professores, que são os grandes agentes desta transformação. Mesmo com as dificuldades que enfrentam precisarão se reciclar para poder atender as necessidades de uma juventude diferente, mas que será protagonista do desenvolvimento e do mundo do futuro.

O curso online para PROFESSORES DO FUTURO estará disponível neste site a partir de Março do corrente ano.Aguarde e participe.

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.