09
Set 11
Viver e Saber

Nenhuma matéria é tão importante para o desenvolvimento de um País, quanto a matemática. Todas as demais ciências a utilizam, pois ela é base para o conhecimento e para o progresso das Nações.

Ela está presente em todas as atividades e por isso mesmo é reconhecida como vital para a economia de um Pais. A moderna tecnologia disponibiliza através dos computadores, a possibilidade de uma transformação no ensino desta matéria. O problema é que as autoridades educacionais, as escolas e os professores resistem a mudança. Estão insistindo num método de ensino ultrapassado, que não atrai mais ninguém.

 

É preciso entender que mudanças fazem parte da vida. As escolas precisam entender e os professores precisam se reciclar utilizando os modernos meios tecnológicos de comunicação existente, visando tornar o ensino agradável e muito mais compreensível para os alunos.

A pergunta que precisa ser feita e respondida. Por que tantos jovens demonstram desinteresse por esta matéria? A resposta é simples.

Porque os jovens já vivem uma realidade diferente dos professores e da maioria das pessoas adultas. Eles vivem conectados. Dominam com facilidade os meios disponíveis no mercado. As aulas continuam sendo ministradas a maneira antiga. Os professores continuam exigindo trabalhos feitos em papel, ignorando a facilidade existente no computador e ignorando que, papel significa mais árvores sendo derrubadas, e em conseqüência mais problemas ao meio ambiente.

Insistimos no ensino de cálculos manuais e fórmulas complicadas que poucos entendem e que não tem nenhum atrativo, porque dificilmente é explicado para que serve na vida prática.

É preciso que as escolas e os professores aceitem a nova realidade e entendam que a matemática é essencial para a vida. Proponham aos alunos realizar projetos práticos, buscando as soluções no computador. Ali está tudo o que precisam para aprender a utilizar. Não é mais importante fazer o cálculo, mas sim encontrar o caminho e pensar a solução.

Mostrar este novo caminho vai despertar o interesse nos alunos. Como eles dominam o uso do computador vão utilizá-lo da melhor maneira possível e com prazer.

A transformação das avaliações é outra necessidade. O que adianta massacrar os alunos com extensas provas e tantos cálculos, que aborrecem e que não levam a nada, a não ser detestar o professor e a matéria. Muitos professores ainda não permitem o uso de calculadoras. São muitas exigências que não tem mais sentido no mundo moderno em que vivemos.

Não aceitar ou negar isso é como ignorar o avanço tecnológico que existe e que foi conseguido para beneficiar a humanidade. É melhor aceitar e buscar o novo conhecimento, do que insistir na tradição e ficar no passado. Como ensinar se o professor ignora o que a tecnologia criou para facilitar?

A educação deve ser a primeira a querer inovar pois ela é a base para o conhecimento. “Conrad Wolfram diz que a parte da matemática que ensinamos, o cálculo manual, não é apenas tedioso, é principalmente irrelevante à matemática real e ao mundo real. Ele apresenta sua idéia radical: ensinar matemática `as crianças através da programação de computadores.”

Assim o ensino se tornará agradável e os alunos participarão ativamente do processo.

Na palestra que proferimos denominada PROFESSOR DO FUTURO mostramos a importância desta transformação. Sabemos que os professores tem boa vontade e querem evoluir. O trabalho que VIVER E SABER CONSULTORIA LTDA implanta no mercado é para ajudar nesta passagem. Através das palestras e dos cursos que estamos realizando vamos avançar, cada vez mais, contribuindo para tornar os alunos mais felizes e os professores realizados profissionalmente.

Sem dúvida alguma é preciso repensar a educação priorizando o ensino de matemática e investindo em tecnologia, pois este é o mundo do futuro.

 

Comentarios (0)

RSS Comentario Feed

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.