01
Set 11
Viver e Saber

O dia tem vinte e quatro horas, das quais oito horas são utilizadas para o trabalho, oito para o sono, e oito para estudos, lazer pessoal, contato com os amigos, convívio com a família.

Sob este ponto de vista o tempo está muito bem distribuído e pode desta forma satisfazer as necessidades de cada um.

 

Na prática, nem sempre esta divisão acontece, porque não há o hábito de planejar o tempo. Sem um planejamento de como utilizar estas horas, elas se perderão e serão desperdiçadas, causando estresse e prejuízos pessoais e profissionais.

É comum ouvir as pessoas dizerem que não tem tempo nem para pensar. Outras dizem que não estão dormindo as horas que precisam dormir porque tem muitas tarefas para realizar. Outras, ainda dizem que o pouco tempo que sobra utiliza para dormir, pois precisam descansar, uma vez que não dormiram o suficiente.

Tudo isso mostra que a pessoa não organiza suas tarefas de acordo com as horas disponíveis para cada ação.

Em primeiro lugar é necessário ser rigoroso com as horas de sono. Cada um precisa identificar quantas horas de sono precisa ter para ser produtivo e viver bem. A mente precisa ter este horário bem definido para descansar. O quarto é o lugar de descanso.

Por isso evite colocar televisão ou qualquer outro meio, que possa ativar a mente e perturbar o sono. O local deve ser montado de tal forma que lhe induza a deitar e relaxar, numa cama limpa e confortável. A hora do sono deve ser sagrada. Tomando estas atitudes a pessoa vai dormir tranquilamente e despertará ativa para um novo dia de trabalho.

Existem pessoas que se perdem em atividades rotineiras como tomar um banho. Levam um tempo demasiado e desnecessário. Até mesmo para esta ação é necessário ter um tempo determinado evitando correrias para recuperar o tempo desperdiçado.

Muitos profissionais chegam atrasados ao trabalho e estão sempre dando desculpas. Isto pode ser corrigido com atitudes próprias, demonstrando organização na realização das tarefas pessoais e diárias.

As empresas, em geral contratam por oito horas de trabalho. No momento que é assinado o contrato o pacto se estabelece. A hora de início e fim fica estabelecida e precisa ser cumprida.

Se as horas de sono e de trabalho não são cumpridas é natural que avancem nas oito horas que deveriam ser empregadas para outras atividades, como hora para estudar, hora para ver televisão, hora para ler e principalmente hora para se distrair, como ir ao cinema, ao bar com amigos ou mesmo parar para refletir.

Tudo isso é muito fácil de resolver com um planejamento pessoal que organizará as tarefas dentro das horas disponíveis. Pessoas disciplinadas conseguem isso com muita facilidade e em geral são as que têm mais sucesso na vida, exatamente porque sabem utilizar o tempo a seu favor.

Reflita sobre isso e faça uma transformação em sua rotina diária. Logo os resultados aparecerão. Isto leva a uma melhor qualidade de vida.

 

Comentarios (1)

RSS Comentario Feed
...
0
Adorei o artigo, estamos esquecendo que o nosso corpo não é uma máquina, no sono ocorrem processos metabólicos que se alterados afetam o desiquilíbrio de todo organismo. Quem dorme menos fica com um menor vigor físico propenso a infeções, hipertenção afetando a cordenação motora, capacidade de raciocínio e memória. Eu, como muitas pessoas passei por este problema, dormia 3 ou 4 horas diárias, acabei com sérias dificuldades. Hoje entendo que a causa de todos os meus problemas era a falta de uma noite de sono e a disciplina com meus afazeres diários.

Carla , setembro 07, 2011

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy

Receber Novidades


.